Troca de técnicos diminui pela metade na elite para 2015

Dos 20 clubes que disputarão a Série A do Brasileiro em 2015, apenas seis mudaram seus treinadores

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Levir Culpi e Marcelo Oliveira duelam neste domingo, no Independência
MONTAGEM/SUPERFC
Levir Culpi e Marcelo Oliveira duelam neste domingo, no Independência

A "dança das cadeiras" entre os treinadores da elite do futebol brasileiro será menor para a próxima temporada em relação as alterações que ocorreram para 2014.

Dos 20 clubes que disputarão a Série A do Brasileiro em 2015 apenas seis trocaram de treinadores: Palmeiras, Corinthians, Inter, Chapecoense, Goiás e Vasco, recém-promovido.

O Palmeiras anunciou a contratação de Oswaldo de Oliveira para a vaga de Dorival Júnior. Após um ano, Tite retornou ao Corinthians no lugar de Mano Menezes. O Internacional buscou o uruguaio Aguirre para substituir Abel Braga.

Wagner Lopes, que estava no Atlético-GO, se mudou para o Goiás e ficou com a cadeira de Ricardo Drubscky, enquanto, Vinícius Eutrópio, que iniciou o ano no Figueirense, agora está na Chapecoense.

O Vasco é o único entre os quatro que garantiram o acesso neste ano que trocou de comandante. Doriva substituiu Joel Santana após Marquinhos Santos desistir da negociação por problemas familiares.

As outras 14 equipes optarão pela manutenção.

Logo após o Brasileiro de 2013, 12 clubes trocaram seus treinadores: Atlético-MG, Atlético-PR, Bahia, Botafogo, Corinthians, Criciúma, Coritiba, Fluminense, Grêmio, Goiás, Inter e Santos. 

Na oportunidade, os quatro clubes que subiram para a Série A mantiveram seus treinadores: Palmeiras, Chapecoense, Sport e Figueirense.

No entanto, a manutenção não é garantia de permanência para a disputa do Brasileiro. Neste ano, cinco treinadores caíram antes do início do Nacional. Os demitidos foram Renato Gaúcho (Fluminense), Claudinei Oliveira (Goiás), Dado Cavalcanti (Coritiba), Ricardo Drubscky (Criciúma) e Geninho (Sport).

Outros duraram pouco como Paulo Autuori, que saiu do Atlético-MG após a primeira rodada. Caio Júnior e Vinícius Eutrópio foram demitidos após a segunda rodada de Criciúma e Figueirense, respectivamente.

CONFIRA OS TREINADORES QUE VÃO COMEÇAR A TRABALHAR NOS 20 CLUBES DA SÉRIE A EM 2015

Atlético-MG - Levir Culpi

Atlético-PR - Claudinei Oliveira

Avaí - Geninho

Chapecoense- Vinícius Eutrópio

Corinthians - Tite

Coritiba - Marquinhos Santos

Cruzeiro - Marcelo Oliveira

Figueirense - Argel Fucks

Flamengo - Vanderlei Luxemburgo

Fluminense - Cristovão Borges

Goiás - Wagner Lopes

Grêmio - Felipão

Inter-RS - Aguirre

Joinville - Hemerson Maria

Palmeiras - Oswaldo de Oliveira

Ponte Preta - Guto Ferreira

Santos - Enderson Moreira

Sport - Eduardo Baptista

São Paulo - Muricy Ramalho

Vasco - Doriva

Leia tudo sobre: tecnicoscorinthiansbrasileiroserie avascopalmeirasgoiasinternacionalchapecoense