Masp aumentará ingresso de R$ 15 para R$ 25 em janeiro

Bilheteria do museu hoje corresponde a cerca de 12% de seu faturamento, gerando cerca de R$ 2 milhões ao ano

iG Minas Gerais | Folhapress |

MONICA ZARATTINI/AE
undefined

Em 2 de janeiro, o Masp passará a ter entradas a R$ 25, aumentando em 67% o valor do ingresso, hoje vendido a R$ 15.

Esse aumento ocorre logo depois que o museu reconheceu que o rombo em suas contas é maior do que se imaginava quando a nova direção da instituição, liderada por Heitor Martins, assumiu em setembro deste ano.

Além dos R$ 12 milhões devidos pelo museu à época, o Masp acaba de costurar um acordo com a Receita Federal para pagar outros R$ 10 milhões em contribuições previdenciárias não recolhidas nos últimos 20 anos.

A bilheteria do museu hoje corresponde a cerca de 12% de seu faturamento, gerando cerca de R$ 2 milhões ao ano.

O Masp quer aumentar esse valor para atingir a meta de R$ 31 milhões de orçamento para o ano que vem, sendo que já foi autorizado a captar R$ 26 milhões via Lei Rouanet.

Com o aumento, o Masp, que já era o museu mais caro de São Paulo, passa a ser um dos mais caros do país, como o Instituto Inhotim, em Minas Gerais, com entradas que vão de R$ 20 a R$ 30. A última vez que o Masp reajustou seus ingressos foi em maio de 2006, quando as entradas foram de R$ 10 a R$ 15, um aumento de 50%. O reajuste atual, no entanto, está dentro da inflação acumulada no período, e o museu continuará tendo entrada franca às terças.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave