Troca de presidentes atrapalha vinda de Damião para a Toca da Raposa

Empresário do atacante afirmou que o jogador está com a cabeça 99% voltada para o Cruzeiro

iG Minas Gerais | Diego Costa |

Leandro Damião foi contratado pelo Santos em dezembro de 2013
LUCAS BAPTISTA/ESTADÃO CONTEÚDO
Leandro Damião foi contratado pelo Santos em dezembro de 2013

A novela envolvendo o atacante Leandro Damião, o Cruzeiro e o Santos está longe de terminar. Tudo por causa da mudança de direção no clube praiano. O desfecho da história só deve ocorrer em janeiro, após a posse do presidente Modesto Roma Júnior, que substituirá Odílio Rodrigues. 

O novo mandatário alvinegro seria o grande responsável pelo imbróglio que se formou na negociação com a Raposa. Em contato com o Super FC, Modesto disse que só vai se pronunciar sobre o caso a partir de janeiro. 

"Não há novidades na negociação. Por enquanto, não posso falar nada. Só vou comentar o caso a partir do dia 1º de janeiro, quando tomarei posse como presidente do Santos", afirmou Modesto, que deixou a missão de conduzir as conversas com o diretor executivo do clube, Dagoberto Santos. Com os antigos gestores, a situação caminhava para um acordo. 

Apesar do impasse, o empresário do jogador reafirmou ao Super FC que o desejo do atleta é defender o Cruzeiro em 2015, independentemente da posição da nova diretoria do Santos. 

"E só posso dizer que o jogador não tem cabeça mais para jogar no Santos. Ele não tem condições de trabalhar com uma diretoria que o viu como uma contratação ruim. A cabeça dele está 99% voltada para o Cruzeiro", ratificou Prates. 

Leia tudo sobre: CruzeiroSantosLeandro Damiãoimbróglionegociaçãonovela