Após Copa do Mundo, Neymar afirma ter amadurecido em 2014

O craque lamentou a pancada que sofreu de Zuñiga, da Colômbia, e a sua saída da competição, mas diz já ter perdoado o jogador

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Neymar ajudou o Barcelona a superar o PSG por 3 a 1
MIGUEL RUIZ/ FCB
Neymar ajudou o Barcelona a superar o PSG por 3 a 1

 O jogador Neymar fez um balanço sobre as atuações pela seleção brasileira e Barcelona no ano. De acordo com o atacante, em entrevista à Rede Globo neste domingo (21), 2014 foi importante para seu amadurecimento.

"Deixei de ser menino há uns três anos, quando tive filho", disse. Mesmo assim, ele considerou o ano importante como parte do aprendizado.

Segundo o jogador, a Copa do Mundo do Brasil foi importante para a aprendizagem, já que passou por bons e maus momentos em um curto espaço de tempo.

"Foi um ano de aprendizado. Um ano que a gente poderia ter feito história. A pancada (de Zuñiga, da Colômbia, que o tirou do Mundial) tirou meu sonho de ganhar uma Copa do Mundo, mas já perdoei; eu sempre perdoo", disse.

Ele relembrou ainda momentos da Copa do Mundo e afirmou que o apoio recebido dos companheiros antes do jogo contra a Alemanha, quando todos os jogadores utilizaram um boné com os dizeres "Força Neymar', o ajudou a superar o episódio.

"Eu fiquei muito feliz quando eles fizeram a homenagem. Naquele momento, eu precisava daquilo", afirmou à TV. "A minha estreia, a primeira vitória, o primeiro gol. É uma emoção enorme, no gramado, tudo passa pela sua cabeça", disse.

Sobre a goleada de 7 a 1 sofrida pelo Brasil ante a Alemanha, na semifinal da competição, o atacante afirmou que não conseguia acreditar no resultado e que foi para o quarto chorar após o jogo.

Atual capitão da seleção, agora comandada por Dunga, Neymar disse que não estava preparado para a disputa da Copa de 2010 - quando ficou de fora após o próprio Dunga não o convocar. "Tinha gente mais preparada do que eu para disputar aquela Copa", disse.

BARCELONA E MELHOR DO MUNDO

O ano de 2014 também teve pontos positivos para Neymar. Após uma temporada difícil de estreia, o atacante é um dos principais jogadores do Barcelona e vem fazendo trabalhos específicos para melhorar o rendimento dentro de campo.

"Faz uns meses que eu estou me cuidando mais. Antes eu comia tudo que tinha pela frente. Agora eu almoço, depois tomo um lanche a tarde, janto e tomo um lanche mais tarde. Ganhei uns 4, 5 kg de massa. Estou forte", disse.

A boa preparação já dá resultados dentro do campo. O brasileiro é considerado um dos jogadores mais importantes do Barcelona na temporada, ao lado do uruguaio Suárez e do argentino Lionel Messi.

Messi que foi escolhido como o melhor do mundo por Neymar. Ele afirmou ter eleito o companheiro. O brasileiro tem direito à voto, já é o capitão da seleção. "Em primeiro Messi, segundo o Cristiano Ronaldo e em terceiro o Mascherano". Quando questionado pela escolha do argentino Mascherano, ele afirmou que o voto se deu por conta da Copa do Mundo.

"Pela Copa do Mundo que ele (Mascherano) fez. Foi fantástica. Para um defensor, ter feito uma Copa saindo sempre como um dos melhores em campo. Foi perfeito", analisou Neymar.

Leia tudo sobre: NeymarBarcelonaSeleção Brasileira