Líder comunitário é morto a tiros no Complexo do Alemão, no Rio

Homem era presidente da Associação de Moradores da comunidade Conjunto das Casinhas, que fica dentro do complexo de favelas do Alemão

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O presidente da Associação de Moradores da comunidade Conjunto das Casinhas, que fica dentro do complexo de favelas do Alemão, zona norte do Rio, foi morto a tiros na tarde de sábado (20) enquanto caminhava pela rua Dois, que é uma das principais vias da localidade. Segundo testemunhas, os disparos foram realizados por ocupantes de um veículo que fugiu após ataque. De acordo com o Comando das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), Luiz Antônio de Moura, 41, também conhecido como Guinha, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O ataque também feriu Leonardo Garcia dos Santos da Silva, 18, que foi socorrido por moradores da comunidade e levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Alemão. Após receber os primeiros socorros, foi encaminhado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, também na zona norte. Não há informações sobre seu estado de saúde. O comando das UPPs também informou que a Divisão de Homicídios foi acionada e vai ficar responsável pelas investigações do caso. A perícia já foi realizada no local, mas até o momento não há pistas sobre os suspeitos que teriam realizado os disparos. O corpo de Luiz Antônio de Moura está no IML (Instituto Médico Legal) e deve ser enterrado ainda na tarde deste domingo (21). Folhapress