Cuba demonstra que sanções são ineficazes, afirma governo do Irã

Esta é a primeira reação oficial do Irã depois que Estados Unidos e Cuba anunciaram na quarta-feira a normalização das relações entre os dois países

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A aproximação entre Cuba e Estados Unidos demonstra que o isolamento e as sanções são "ineficazes", declarou neste domingo a porta-voz da diplomacia iraniana Marzieh Akfham, cujo país sofre um embargo americano há 34 anos.

"A resistência da nação e das autoridades cubanas nos últimos 50 anos mostram que as políticas de isolamento e das sanções impostas pelas potências hegemônicas contra a vontade das nações independentes são infrutíferas e ineficazes", disse Marzieh Akfham.

Esta é a primeira reação oficial do Irã depois que Estados Unidos e Cuba anunciaram na quarta-feira a normalização das relações entre os dois países, após 50 anos de bloqueio comercial americano.

Irã e Estados Unidos romperam relações diplomáticas após a ocupação da embaixada americana em Teerã em 4 de novembro de 1979, que provocou uma tomada de reféns de 444 dias.

Desde 1980, o Irã é submetido a um embargo comercial americano. AFP

Leia tudo sobre: CubaEstados UnidosIrãosançõesembargoreaproximaçãodeclaração