Muhammad Ali é hospitalizado com pneumonia

Situação do ex-boxeador americano, de 72 anos, é estável; Ali sofre há 30 anos do mal de Parkinson e a pneumonia pode ser perigosa complicação

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

YURI GRIPAS / AFP
undefined

Muhammad Ali, lenda do boxe, foi hospitalizado com uma pneumonia "leve" e se encontra em situação estável, anunciou o porta-voz do ex-atleta, Bob Gunnell.

Ali, de 72 anos, foi internado no sábado e deve receber alta rapidamente, segundo Gunnell, que não informou o local da hospitalização. "Foi internado durante a manhã (de sábado) e como diagnosticaram rapidamente a pneumonia, o prognóstico é bom e deve permanecer pouco tempo no hospital", afirmou o porta-voz.

O ex-boxeador americano apareceu em público em setembro para assistir ao Prêmio Humanitários Muhammad Ali em Louisville, Kentucky, onde tem uma casa. Ali sofre há 30 anos do mal de Parkinson e a pneumonia pode ser uma perigosa complicação, afirmou o médico do ex-campeão mundial dos pesos pesados, Abraham Lieberman.

Nascido Cassius Clay, Ali foi campeão olímpico em Roma-1960, iniciou a carreira profissional no mesmo ano e se tornou campeão do mundo pela Associação Mundial de Boxe em 1964 ao derrotar Sony Liston por nocaute. No mesmo ano, rejeitou o que chamou de "nome de escravo" e se tornou Muhammad Ali, convertido ao islã.

Em 1967 se negou, por convicções religiosas, a cumprir o serviço militar e combater no Vietnã. Foi detido por este motivo, perdeu os títulos e foi proibido de lutar boxe profissional por três anos e meio. Após a punição, retornou aos ringues e recuperou o posto, mas perdeu o título pouco depois para Joe Frazier.

Em 1974 recuperou o título de campeão do mundo depois de vencer por nocaute George Foreman em um combate lendário em Kinshasa, Zaire (atual República Democrática do Congo), uma luta que unificou os títulos da Associação e do Conselho Mundial de Boxe. Voltou a perder o título em 1978 contra Leon Spinks, a quem venceu mais tarde no mesmo ano.

AFP

Leia tudo sobre: MuhammmadAliboxeinternadohospitalizadopneumonia