Mercado exibe profusão de produtos

iG Minas Gerais | Mari Campos |

Mercado. Com a torre do relógio, espaço é organizado em Jodhpur
Mari Campos/Agência O Globo
Mercado. Com a torre do relógio, espaço é organizado em Jodhpur

Depois da fortaleza, não há atração mais disputada em Jodhpur que o Sardar, ou Mercado da Torre do Relógio. É tão organizado que talvez seja o mais fácil de percorrer de todo o Rajastão, com os itens separados e confinados em áreas específicas. Mas, gigante e com scooters e tuk-tuks zanzando de lá para cá, exige atenção dos visitantes durante o passeio.

A quantidade de lojas, barracas e mercadorias surpreende. Na praça, onde ficam as barraquinhas, as peças são anunciadas aos gritos. Nas ruelas da cidade antiga, cada porta é como uma minioficina silenciosa onde se confeccionam flores, enfeites, pulseiras e sapatos.

Temperos, roupas, tecidos, joias, há de tudo num ambiente caótico e colorido. Em todo lugar é preciso barganhar – muito e incisivamente. Os indianos, às vezes, têm mais lábia que os árabes.

Pulseiras e braceletes são outra tradição do artesanato de Jodhpur. Na cidade, muitas casas se dedicam a esse tipo de artesanato em diversos materiais. A companhia de um guia para percorrer o mercado, reconhecer as ruelas da cidade antiga e indicar suas relíquias, como cisternas em funcionamento desde o século XI, é uma boa dica.

Serviço

Fortaleza Mehrangarh: 400 rúpias ou R$ 17, aberto das 9h às 17h. mehrangarh.org

Jaswant Thada: Tumba construída em 1899 em honra ao marajá Jaswant Singh II. Parece um palácio de tão grandiosa (30 rúpias, das 9h às 17h)

Chokelao Bagh: Custa 1.200 rúpias por pessoa 

World Sufi Spirit Festival: worldsufispiritfestival. org

Restauramte Hanwant Mahal: hanwantmahal.com

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave