Hóspede convive com marajá

Umaid Bhawan, um dos grandes palácios da Índia, abriga unidade da rede Taj; o Raas também ocupa prédio nobre

iG Minas Gerais | Mari Campos |

Panorâmica. Da famosa fortaleza de Mehrangarh tem-se uma visão privilegiada da cidade de Jodhpur
Mari Campos/Agência O Globo
Panorâmica. Da famosa fortaleza de Mehrangarh tem-se uma visão privilegiada da cidade de Jodhpur

A família real local já não reina mais, mas ainda mora em seu palácio, o gigante Umaid Bhawan, que hoje divide espaço com um hotel da rede Taj. O imenso palácio feito em mármore rosado e pedra – que o visitante já avista, imponente, da janela do avião antes de aterrissar – tem quase 350 quartos, dos quais 64 foram cedidos à área do hotel.

Erguido no começo do século XX por Umaid Singh II (avô do atual marajá) para substituir a fortaleza de Mehrangarh como símbolo da “nova Jodhpur” da época, é hoje um dos últimos grandes palácios da Índia e uma das maiores residências privadas do mundo, incluindo 10,5 mil hectares de jardins privativos. O projeto de Henry Lanchester mescla arquitetura ocidental e oriental, capricha no art déco e sua gigante cúpula, de 30 m de altura, é influência óbvia do Renascimento.

Ali, os hóspedes dividem a piscina com os príncipes mirins numa boa e têm vista panorâmica da cidade de seus quartos. Mas sua política de não permitir que visitantes ingressem nem mesmo para almoço, jantar ou drinques limita tudo isso somente a quem está disposto a desembolsar pelo menos US$ 780 por noite para se hospedar.

Raas

Mas é dentro das muralhas da antiga cidade que fica um dos mais novos e comentados hotéis de Jodhpur: o Raas ocupa a antiga propriedade (haveli) de um thakur (nobre do Rajastão) mesclada com novos edifícios construídos especificamente para abrigar os quartos do hotel. Fica no coração da cidade antiga, a passos do famoso Mercado da Torre do Relógio (Sardar).

Definindo-se como o primeiro hotel-butique de Jodhpur, vai muito além disso: o design do hotel promoveu um encontro poético entre a tradicional arquitetura típica Rajput com toques contemporâneos e cheios de estilo, como as persianas das varandas dos quartos, construídas em estilo jaali em arenito cor-de-rosa. São 39 quartos na propriedade, em cinco anos de funcionamento, ocupando o edifício mais novo, enquanto restaurantes, lounge, butique e spa dividem os cômodos da construção original dos tempos do thakur.

Serviços

Os quartos, muito grandes e inundados por luz natural, ficam todos de frente para os jardins e a piscina, com vista desobstruída para a fortaleza Mehrangarh. Amenidades de luxo tipicamente indianas da marca Kama Ayurveda, Wi-Fi de qualidade gratuito e café da manhã completo estão incluídos. Apenas as quatro suítes do hotel ficam num dos edifícios de mais de 200 anos da construção original e sem vista para a fortaleza.

 

Infraestrutura

Hotel urbano com silêncio absoluto

Os dois ótimos restaurantes – Baradari, contemporâneo nas três refeições, e Darikhana, de autêntica cozinha indiana no jantar – são abertos ao público. O Darikhana, instalado numa cobertura com áreas interna e externa, é ideal à noite para observar a fortaleza iluminada enquanto se degusta bons pratos.

Diferentemente de outros bons hotéis da região, o Raas, que fica na mesma colina do Umaid Bhawan, soube manter o estilo sem a necessidade de sair de fato da cidade. Dentro do hotel, o absoluto silêncio só é quebrado brevemente cinco vezes ao dia, quando se ouve o chamado para a oração na mesquita do bairro. Os ruídos constantes de ruas lotadas, vacas, vendedores, motos, carros e tuk-tuks disputando espaço só é ouvido quando se deixa os portões do hotel.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave