Trabalhadores da aviação planejam protestos às vésperas do Natal

Segundo a entidade, não se trata de um movimento de paralisação dos aeroporto

iG Minas Gerais | Folhapress |

Descontentes com a proposta das empresas aéreas de reajuste salarial, trabalhadores da aviação civil planejam protestos em aeroportos do país às vésperas do Natal. As manifestações irão ocorrer a partir de segunda-feira (22), informou a Fentac/CUT (Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT). Segundo a entidade, não se trata de um movimento de paralisação dos aeroportos. Mas não estão descartadas paralisações "relâmpago", como a que ocorreu no Santos Dumont, no Centro do Rio, na segunda-feira (15). No aeroporto carioca, os funcionários pararam as atividades por 90 minutos. A federação ainda não sabe informar quais aeroportos serão alvo dos protestos. Em nota, afirmou que "toda sua base" está mobilizada e os locais serão divulgados apenas na segunda-feira (22) pela manhã. São filiados aos sindicatos da federação cerca de 70 mil aeroviários (funcionários de operação e atendimento aos passageiros nos aeroportos) e aeronautas (pilotos, co-pilotos, comissários de bordo). A base da Fentac é composta pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas, pelo Sindicato Nacional dos Aeroviários e pelos sindicatos regionais dos Aeroviários de Guarulhos, Porto Alegre, Campinas e Recife.   CAMPANHA SALARIAL Os trabalhadores pedem 11% de aumento salarial e que o mesmo índice seja aplicado ao valor dos benefícios, como vale-refeição e cesta básica. De acordo com a Fentac, na última rodada de negociação, o SNEA (Sindicato Nacional das Empresas Aéreas) propôs aumento de 6,33%. A reportagem não conseguiu contato com o SNEA nem com a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas).

Leia tudo sobre: protestoaeronautasaeroportonatal