Polícias reforçam fiscalização

Efetivo estará concentrado nas rodovias; PMRv terá 120 policiais e PRF vai contar com 850 agentes

iG Minas Gerais | Joana Suarez |

BR–356. Fluxo de veículos também ficou intenso, na tarde de ontem, na rodovia BR–356, nas proximidades do BH 
Shopping
Mariela Guimarães
BR–356. Fluxo de veículos também ficou intenso, na tarde de ontem, na rodovia BR–356, nas proximidades do BH Shopping

Durante o recesso de fim de ano, as polícias rodoviárias Federal e Militar Rodoviária mineiras vão reforçar a fiscalização, e o efetivo estará todo empregado nas estradas. As concessionárias também vão fazer operações especiais em vias privatizadas para controlar infrações e atender os usuários. O objetivo é reduzir as estatísticas de acidentes no Estado, que tem a maior malha rodoviária do país, com 269.546 km de rodovias – 16% do total.

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) estará com 120 policiais se revezando nas vias estaduais, equipados com dois radares móveis e 15 bafômetros. O serviço de atendimento telefônico (155) do DER-MG vai funcionar entre as 6h e a 0h. Outra ferramenta é a página no Facebook Derminas. No caso das rodovias federais, o aplicativo Dnit Móvel pode ser baixado no sistema Android. Nas BRs, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) terá 850 agentes, 140 bafômetros, 21 radares móveis, mais de 400 fixos e lombadas eletrônicas estão em operação. “Estaremos atentos a todo tipo de infração, principalmente as ultrapassagens perigosas e velocidade acima do limite. Vamos priorizar policiamento dinâmico e abordagens nos postos. Vai ter motociclistas para verificar tráfego no acostamento”, disse o inspetor da PRF-MG Aristides Júnior. Por causa do maior fluxo, o tráfego para veículos de carga (bitrens, rodotrens, treminhões, cegonheiras e portadores de Autorização Especial de Trânsito) está restrito em rodovias federais de pistas simples nas próximas quarta e quinta-feiras, e em 1° e 4 de janeiro. Privadas. Na Autopista Fernão Dias (BR–381), guinchos e ambulâncias podem ser solicitados pelos telefones 0800 283 0381 e 0800 717 1000. No caso da BR–040, entre Juiz de Fora e Brasília, o número é 0800 040 0040. Na MG–050, o atendimento aos usuários é feito pelo 0800 282 0505. 

Infrações e multas Os motoristas que descumprirem as leis de trânsito podem, além de ficar mais propensos a acidentes, sentir um peso maior no bolso neste fim de ano. Isso porque os valores cobrados em algumas infrações foram reajustados em novembro. A multa para ultrapassagens proibidas, por exemplo, que antes era de R$ 191,54, pode chegar a R$ 1.915,40. Para os que praticarem rachas e manobras perigosas no trânsito, o valor imposto pode atingir a quantia de R$ 3.830,80. Quem fizer ultrapassagens pelo acostamento pode ser autuado em R$ 957,70 – o montante cobrado anteriormente era de R$ 127,69. O objetivo do aumento, segundo as autoridades, foi desestimular comportamentos perigosos e reduzir acidentes nas estradas.

Saída nas rodoviárias Quem optou por viajar de ônibus para curtir as festas de fim de ano terá que enfrentar um grande movimento nas duas rodoviárias da capital. Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, o terminal localizado na área central da cidade deve receber cerca de 300 mil passageiros até o dia 31 de dezembro. Já na Estação José Cândido da Silveira, na região Nordeste da capital, improvisada em épocas de muito movimento, o fluxo de passageiros também deve chegar a aproximadamente 30 mil pessoas até a mesma data. Ainda segundo a prefeitura, o dia de maior pico nos dois terminais deve ser 23 de dezembro, com um movimento total de aproximadamente 30 mil pessoas e cerca de 983 partidas de veículos.

Blitz integrada A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) realizou nesta sexta uma blitz integrada, na praça Sete, na capital, com o objetivo de conscientizar pedestres e motoristas. A ação teve foco nos motociclistas, por meio da operação Pinçamento. “Percebemos um aumento no número de acidentes envolvendo motos. Além disso, são veículos roubados com mais facilidade e usados para a prática de delitos”, explicou Robson Lucas da Silva, secretário adjunto. Apenas na parte da manhã, segundo a Polícia Militar, 50 veículos foram abordados – quatro foram removidos para pátios da corporação. Além disso, oito condutores foram multados e quatro veículos estavam com documentação atrasada. Até o fechamento desta edição, não havia balanço final.

Previsão do tempo Os próximos dias serão de temporais no Sudeste do país e em quase todas as regiões de Minas, com exceção do Norte e do Vale do Jequitinhonha. A noite de Natal também será chuvosa, conforme o meteorologista Heriberto dos Anjos, do TempoClima PUC Minas. Uma frente fria vinda do Sul do Brasil vai atuar no Rio de Janeiro e afetar Minas. “As pancadas de chuva, principalmente à tarde, são comuns no verão porque há alta umidade e calor. Nesta sexta, a temperatura máxima chegou a 31°C”, explicou. Deve chover até quarta-feira. Nos dias seguintes e na semana do Ano-Novo, a tendência é de tempo instável. “Há dois anos não temos períodos chuvosos intensos em Minas, mas neste ano a tendência é de muita chuva”, completou Heriberto

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave