Em noite sem inspiração, Camponesa-Minas perde a primeira com Jaque

Equipe minastenista quebrou sequência que já era de cinco jogos ao cair diante do Brasília Vôlei, por 3 sets a 1

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Pela primeira vez neste Superliga feminina, o Camponesa-Minas perdeu com a presença de Jaqueline. Na noite desta sexta-feira, na Arena Minas, o time minastenista teve um desempenho irregular, após cinco vitórias seguidas, todas contando com a consagrada ponteira. Mais ligado no jogo, e com uma atuação de gala da ponta e capitã Paula Pequeno, outra monstra do esporte, o Brasília Vôlei venceu por 3 sets a 1, com parciais de 25/16, 24/26, 25/20 e 25/16. O revés culminou na queda do clube belo-horizontino na tabela de classificação. De sexto, o Minas (16 pontos) caiu para o sétimo lugar, sendo ultrapassado justamente pelo Brasília (17 pontos). A equipe mineira buscará a reabilitação na segunda-feira, quando encara o São Cristóvão Saúde-São Caetano-SP, às 15h30, em São Caetano. O jogo. O primeiro set foi desastroso para o Minas. No início, a disputa estava de igual para igual. Mas depois da primeira parada técnica, as minastenistas passaram a errar em demasia. Nem Jaque conseguiu salvar o time, que via uma grande atuação do Brasília de Paula Pequeno. Fatores que resultaram no triunfo das visitantes, por 25 a 16. A segunda parcial foi bem diferente. De um time apagado, o Minas retornou muito mais agressivo. O Brasília manteve o alto nível, mas as minastenistas conseguiram superar a adversária na base da garra. As cortadas e a vibração de Jaque contagiavam o público. Com a vitória por 26 a 24, as anfitriãs empataram a partida. Quando se esperava que a equipe anfritriã evoluísse no terceiro set, as falhas voltaram à tona. Lideradas por Paula Pequeno, autora de quatro pontos na etapa, o Brasília ganhou por 25 a 20, ficando novamente à frente do placar. O Minas do quarto set foi idêntico ao do primeiro. Insosso, o time errou bastante e acabou sucumbindo perante à força do adversário: 25 a 16. Presença ilustre. A ex-atacante do Minas, a romena Cristina Pîrv, esteve presente na Arena Minas para acompanhar a partida. "Maravilhoso estar com vocês (torcedores), sempre muito bom. Belo Horizonte é minha segunda casa", disse a ex-atleta, que atuou na equipe mineira na década de 90 e anos 2000. A romena, no entanto, não teve o que comemorar, já que o Minas perdeu por 3 a 1.

Leia tudo sobre: voleiminas tenisjaquesuperliga