Jogo entre UFJF e Minas terá encontro de 'paredões'

Equipes têm três dos cinco melhores no fundamento da Superliga masculina; dupla chega em momento favorável para o último jogo do ano

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Escobar comemora com o técnico Nery Tambeiro mais um triunfo do Minas Tênis Clube
Divulgação/Minas Tênis Clube
Escobar comemora com o técnico Nery Tambeiro mais um triunfo do Minas Tênis Clube

A última rodada do ano da Superliga masculina reserva compromissos entre os quatro mineiros da competição. Neste sábado, às 19h, UFJF e Minas Tênis Clube se enfrentam em Juiz de Fora. No dia seguinte, é a vez do Sada Cruzeiro visitar o Montes Claros Vôlei. As partidas são válidas pela 2ª rodada do returno.

Para o primeiro compromisso, os dois times chegam em bom momento. Apesar de ter perdido o último jogo para o Vôlei Canoas-RS, a UFJF ainda comemora a presença inédita na Copa Brasil, torneio que dará vaga no Sul-Americano. O feito veio após a equipe terminar o turno na oitava posição, colocação que já foi perdida após o último revés.

Uma vitória pode recolocar os juiz-foranos no G-8, grupo que disputará os playoffs após o returno.

Já o Minas chega motivado depois de vencer uma das equipes de maior investimento, o Funvic-Taubaté. Nos últimos cinco jogos, o time do técnico Nery Tambeiro precisou de cinco sets para definir a partida. O saldo nestes jogos foi de quatro vitórias, mostrando o poder de superação e decisão do grupo. Paredões. UFJF e Minas prometem dar muito trabalho para os atacantes. Quem for ao ginásio da UFJF, irá ver em quadra três dos principais bloqueadores da competição. Os centrais Victor Hugo e Ialisson, do time da casa, ocupam a segunda e quinta posição no ranking dos atletas de maior eficiência neste fundamento. O companheiro de posição Flávio, do Minas, está em quarto.

"Sempre tive o bloqueio como um ponto forte, desde as categorias de base. Cheguei para esta temporada depois de ser eleito o melhor central do Sul-Americano sub-22, isso me motivou bastante para começar os treinos com gás total", indica Flávio, que desfalcou o time no último jogo.

Ele foi relacionado, mas não chegou a entrar em quadra devido a uma lesão na canela. "Este período de festas vai servir para eu me recuperar e começar 2015 na ativa novamente. Foi o único jogo em que não entrei jogando", lamenta o jogador, que espera que este filme não se repita. Otávio e Pétrus estão de olho na vaga, deixando a disputa pela dupla de centrais ainda mais acirrada.

Sobre o confronto, ele espera dificuldades. "São duas equipes que se conhecem bastante, já se enfrentaram várias vezes no Mineiro também. Eles podem nos surpreender a qualquer momento, temos que ter cuidado. Precisamos da vitória para buscar nosso próximo objetivo, que é chegar nas três primeiras posições", mostra.

Apesar da meta, o Minas ainda está distante dos três times que estão na parte de cima da tabela. A diferença para o Taubaté, hoje, é de oito pontos e para o líder Sada Cruzeiro, de 11.