Ron Dennis almeja domínio da McLaren na F-1 em 2015

O chefe da escuderia também lembrou que a parceria com a Honda, nos anos 80, trouxe ótimos resultados para a equipe inglesa

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Dennis comandou o
Divulgação/ F1
Dennis comandou o "time dos sonhos" dos anos 80, quando Alain Prost e Ayrton Senna eram os pilotos e a Honda fornecia os motores

Há mais de 30 anos no comando da McLaren, Ron Dennis já viu a equipe britânica passar por altos e baixos na Fórmula 1. E desde 2008, a escuderia amarga uma “seca” de títulos e há dois anos não vence um Grande Prêmio. E para dar fim aos tempos ruins, o time inglês  firmou novamente parceria com a Honda - que vai fornecer os motores em 2015-, para tentar repetir as conquistas dos anos 80 e buscar novamente o domínio na F-1.

“O que nós conseguimos (nos anos 80), e que os nossos rivais da Mercedes alcançaram este ano, é exatamente o nosso objetivo para o futuro, a dominação (na F-1). Mas o domínio não vem em um curto período de tempo, isto leva tempo”, disse Dennis à revista britânica Autosport. 

No momento, a Mercedes se mantém como a “dominadora” da categoria, após o seu piloto, Lewis Hamilton se tornar campeão em 2014 e a escuderia também faturar o título do Mundial de Construtores.

E Ron Dennis sabe que um domínio na F-1 exige tempo e muito trabalho. Um exemplo disto, é a própria McLaren, que estava “quebrada” no início dos anos 80, e após a chegada de Dennis voltou a aparecer na linha de frente da categoria.

Dennis comandou o “time dos sonhos” da F-1 nos anos 80, formado pela parceria McLaren-Honda e pelos pilotos Ayrton Senna e Alain Prost. Naquele período, a escuderia britânica dominou a categoria, e conquistou quatro títulos seguidos: três com Senna (1988,1990 e 1991) e um com Alain (1989) – que faturou outros dois campeonatos com a McLaren antes da parceria com a Honda (1985, 1986) e, que saiu da equipe em 1990.

E o chefe da escuderia confia que a parceria novamente renderá bons frutos em 2015. “Eu me sinto muito confiante de que à medida que avançamos para a próxima temporada, temos uma perspectiva realista de alcançar os nossos objetivos”, concluiu Dennis. 

No próximo ano, a McLaren terá como novidade o retorno de Fernando Alonso como piloto da equipe. Titular em 2014,  Jenson Button também foi mantido no time. Já Kevin Magnussen será reserva da escuderia. 

Leia tudo sobre: mclarenhondafernando alonsoron dennisjenson button