Petrobras rompe contrato de construção de unidade de fertilizantes

Segundo a estatal, o consórcio formado pelas empresas Sinopec e Galvão Engenharia não está pagando a fornecedores e trabalhadores

iG Minas Gerais | AGÊNCIA BRASIL |

A Petrobras informou nesta sexta-feira (19), em nota, que rescindiu o contrato com o consórcio UFN3 para a construção e montagem da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados 3 (UFN 3), em Três Lagoas (MS). Segundo a estatal, o consórcio formado pelas empresas Sinopec e Galvão Engenharia não está pagando a fornecedores e trabalhadores.

Na nota, a estatal acrescentou que está cumprindo todos os pagamentos previstos no contrato e que está tomando “todas as medidas ao seu alcance” para que o consórcio honre as obrigações legais.

De acordo com a Petrobras, a unidade, que produzirá anualmente 1,2 milhão de toneladas de ureia e 70 mil toneladas de amônia para atender aos mercados do Centro-Oeste, de São Paulo e do Paraná, está com 82% das obras concluídas.

Leia tudo sobre: BRASILPETROBRASESTATALRESCISÃOCONTRATOUNIDADEPRODUTORAFERTILIZANTESECONOMIA