Secretário-geral da ONU visita países afetados por epidemia de ebola

“Temos de refletir sobre a forma de reforçar os sistemas de saúde da região para que possam resistir a futuras epidemias e doenças contagiosas”, disse Ban Ki-moon

iG Minas Gerais | AGÊNCIA BRASIL |

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, chegou hoje (19) a Monróvia, na Libéria, em viagem a regiões da África Ocidental atingidas pelo vírus ebola. Ele estava em Gana, onde está instalada a sede da missão da ONU para a luta contra o ebola.

Ban Ki-moon foi recebido pelo vice-presidente da Libéria, Joseph Boakai, e deve reunir-se ainda hoje com a chefe de Estado, Ellen Johnson Sirleaf, e também com os responsáveis pela missão da ONU no país. Está prevista ainda visita a uma unidade médica do Exército dos Estados Unidos.

“A ONU está com as populações da região até que tenhamos a certeza de que já não há nenhum caso” de ebola, disse o secretário na capital de Gana nessa quinta-feira (18). “Temos de refletir sobre a forma de reforçar os sistemas de saúde da região para que possam resistir a futuras epidemias e doenças contagiosas”, acrescentou.

Ainda hoje, Ban Ki-moon vai para Freetown, em Serra Leoa, e no sábado (20) é esperado na Guiné-Conacri. Está previstaainda  visita, neste sábado (20) a Bamako, no Mali.

O secretário viaja acompanhado pela diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, pelo coordenador da ONU para a luta contra as epidemias, David Nabarro, e pelo chefe da missão da ONU para a luta contra o ebola, Anthony Bandury.

Segundo a OMS, o ebola já provocou a morte a 6,9 mil pessoas, sobretudo na Libéria, em Serra Leoa e na Guiné-Conacri.

Leia tudo sobre: SAÚDEEBOLAONUSECRETÁRIO-GERALBan Ki-moonMUNDOÁFRICALIBÉRIA