Obama não descarta receber Raúl Castro

Líderes de todos os continentes comemoraram ontem o compromisso de Estados Unidos e Cuba para normalizar suas relações bilaterais

iG Minas Gerais |

Washington, EUA. A Casa Branca abriu a possibilidade, ontem, de uma eventual visita do presidente de Cuba, Raúl Castro, um dia depois do anúncio dos dois países de recompor suas relações diplomáticas. “Não descartaria uma visita do presidente Castro”, disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, que destacou na quarta-feira que uma viagem do presidente Obama à ilha tampouco estaria excluída.

Líderes de todos os continentes comemoraram ontem o compromisso de Estados Unidos e Cuba para normalizar suas relações bilaterais. Da China à América Latina, as reações ao discurso de Obama, e ao de seu colega cubano, Raúl Castro, que se dirigiu na mesma hora aos cubanos pela televisão, foram eufóricas.

“Esperamos que os Estados Unidos acabem o quanto antes com o embargo contra Cuba”, afirmou o porta-voz do Ministério chinês das Relações Exteriores Qin Gang.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave