Assuntos tristes devem ser evitados

De acordo com Lícia, as dicas servem tanto para familiares quanto para colegas de trabalho

iG Minas Gerais | Litza Mattos |

Na noite de Natal ou em qualquer ambiente de confraternização, sendo a tristeza por doença ou pela falta de um ente querido, qualquer comentário que relembre a situação deve ser evitado, segundo a consultora de imagem e etiqueta Lícia Egger.

“Quem recebe não deve tentar obrigar o outro a participar ativamente e entender que certa distância não é proposital e que só o fato de ele estar ali já é bacana. Por sua vez, quem se sente deprimido no Natal também deve entender que precisa retribuir com o mínimo de simpatia, bom humor e não destruir a festa das pessoas que não estão na mesma ‘vibe’ que ela”, afirma.

De acordo com Lícia, as dicas servem tanto para familiares quanto para colegas de trabalho. “Quem recebe deve orientar as pessoas que vão estar presentes para evitar, ao máximo, as conversas que relembrem algum fato triste. Falar de banalidades tende a fazer com que a pessoa, de alguma forma, tente acompanhar e acabe esquecendo temporariamente o que a fez triste”, orienta a autora de livros sobre etiqueta. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave