Gilvan é empossado presidente do Cruzeiro para o triênio 2015-2017

Mandatário celeste prometeu manter política vencedora e administrar o clube com amor e dedicação

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

A noite desta quinta-feira foi marcada por um evento de extrema importância para o Cruzeiro. Em um dos salões da sede social do Barro Preto, o Conselho Deliberativo celeste empossou para mais um triênio à frente do comando da Raposa, o presidente Gilvan de Pinho Tavares.

A cerimônia de posse teve início por volta das 20h10 e, além de Gilvan, empossou o vice-presidente José Francisco Lemos Filho, o segundo vice-presidente, Márcio Rodrigues, membros da mesa diretora, (conselho fiscal e deliberativo, além de conselheiros e suplentes. Dentre os empossados na noite desta quinta-feira, destaque para Alberto Medioli, membro da cúpula do Grupo Sada.

Em seu discurso de posse, Gilvan de Pinho Tavares cumprimentou os demais empossados aos cargos e falou de como pretende seguir comandando o clube cinco estrelas.

“Sobre a nossa gestão para o próximo triênio, garanto que será sustentada nos mesmos moldes do mandato anterior, amor e dedicação ao Cruzeiro. Seriedade e honestidade, respeito as decisões do conselho e, sobretudo, muito trabalho. Os que foram convocados para formar o conselho diretor serão cobrados para arregaçarem as mangas. Não pouparemos esforços para manter o Cruzeiro no status de um grandioso clube do futebol brasileiro”, afirmou o presidente, que elogiou o projeto considerado como o “coração” de sua gestão.

“O torcedor atendeu nosso apelo e somos quase 70 mil adeptos. Somos o terceiro clube brasileiro em número de sócios torcedores. O sonho se tornou realidade e se continuarmos a lutar por nossos objetivos, chegaremos à cota imaginada, 100 mil sócios na nossa gestão. Por isso contamos com o apoio da China Azul”, comentou.

Em outubro, Gilvan foi o cabeça da chapa “História, Tradição e Conquista”, única concorrente no pleito presidencial do clube estrelado. Não houve oposição na eleição que garantiu o atual mandatário no comando cruzeirense até 2017. O segundo mandato de Gilvan de Pinho Tavares terá início no primeiro dia de janeiro de 2015.

O primeiro mandato de Gilvan teve início oficialmente em 2012. O atual mandatário substituiu Zezé Perrella ainda em 2011, quando o Cruzeiro lutava desesperadamente contra o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. No primeiro ano à frente da Raposa, o atual presidente precisou contornar problemas financeiros, pressão por resultados e confusões envolvendo torcedores organizados. 

Leia tudo sobre: cruzeiroraposafutebolgilvanpresidentepossereeleitotrienio