Breno volta ao Brasil, e São Paulo já prevê acompanhamento psicológico

Jogador deve se apresentar até segunda-feira (22) para exames; clube não pretende contar com ele na pré-temporada

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Associated Press
undefined

 O zagueiro Breno, 25, retornou ao Brasil na manhã desta quinta-feira (18) após um período de sete anos na Alemanha, os dois últimos cumprindo pena por ter ateado fogo na própria casa. Ele desembarcou no aeroporto de Guarulhos, na grande São Paulo, durante a manhã desta quinta acompanhado da mulher e dos dois filhos. O São Paulo ainda não confirmou oficialmente, mas o jogador deve se apresentar ao clube até segunda-feira (22) para exames. O clube tricolor não pretende contar com ele na pré-temporada. Breno deve seguir uma programação própria, que inclui recuperação psicológica e treinos individuais e monitorados. O clube já tem um psicólogo que vai acompanhar o jogador durante esse período. O zagueiro estava preso na Alemanha desde 2012, após ser julgado culpado por ter ateado fogo na própria casa, e não entra em campo desde 2011. Ele já cumpriu dois terços da pena (três anos e nove meses) e, por bom comportamento, o tribunal concedeu liberdade condicional -o zagueiro foi obrigado a deixar a Alemanha e não voltar ao país por três anos. O contrato com o São Paulo foi assinado em 2012 por um prazo de três anos -até o final de 2015. Na época, o clube admitiu o acordo com o argumento de que estava oferecendo "respaldo ao jogador e aos seus familiares". Breno revelado pelo clube tricolor em 2007 e sagrou-se campeão do Brasileiro daquele ano. Na temporada seguinte, já foi vendido ao Bayern de Munique, da Alemanha.

Leia tudo sobre: Sao PauloBrenoretornoBrasilpresoAlemanhafogocasaacompanhamentopsicologicopsicologo