Criança esquecida em carro será enterrada nesta quinta-feira

Creche onde a criança ficava está em luto e encerrou as atividades mais cedo para que funcionários e colegas pudessem comparecer ao velório

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA/ BERNARDO ALMEIDA |

A criança de 1 ano e 11 meses que que morreu ao ser esquecida no carro pela mãe no bairro Jaraguá, região da Pampulha, será enterrada às 17h desta quinta-feira (18) no Cemitério da Paz. A creche em que a menina ficava, também no Jaraguá, fechou mais cedo em sinal de luto.

Vizinha à creche, a aposentada Maria do Socorro Avelar, de 72 anos, conta que a mãe da criança, de 36 anos, ficou um bom tempo sentada na calçada em frente a instituição, desolada. “Ela gritava ´matei minha filha´, ´matei minha filha´. Foi uma cena bem forte”, disse.

O aposentado Milton Fontes, de 76 anos, que também acompanhou a cena disse que a situação destoou do que costuma acontecer no local. “Foi muito triste, ainda mais porque morar ao lado da creche é uma coisa muito alegre, por causa das crianças, traz muita alegria pra região”, contou.

O caso aconteceu nessa quarta-feira (17) quando a menina que completaria 2 anos em janeiro foi esquecida dentro do carro da mãe, na rua Antônio Paulinho Castro, no bairro Jaraguá. Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), o chamado aconteceu por volta das 18h, mas quando o socorro chegou a criança já estava morta.

De acordo com o relato da mãe,no início da tarde ela foi trabalhar e, como sempre faz, deixou o carro em um estacionamento próximo ao aeroporto da Pampulha. Depois que saiu do trabalho, ela foi até a creche buscar a criança e lá foi informada de que não havia deixado a filha. Quando ela voltou para o carro descobriu que a menina tinha sido esquecida.

Ainda segundo o relato, quem sempre levava a menina para a creche era o pai. Mas como ele está viajando, a mãe ficou responsável por isso. A criança ficou aproximadamente seis horas dentro do veículo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave