Senado aprova pensão vitalícia para atleta Laís Souza

Ex-atleta deverá receber R$ 4.390,24, valor equivalente ao teto da Previdência Social

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Agora, Lais realiza terapia de ressocialização, para que possa seguir com sua vida normalmente
Reprodução/Instagram
Agora, Lais realiza terapia de ressocialização, para que possa seguir com sua vida normalmente

A atleta Laís Souza, que ficou tetraplégica ao treinar para representar o Brasil no esqui aéreo nos últimos Jogos Olímpicos de Inverno, na Rússia, vai receber uma pensão vitalícia do governo brasileiro. Um projeto de lei aprovado nesta quarta-feira (17) no plenário do Senado estabelece que ela deverá receber R$ 4.390,24, valor equivalente ao teto da Previdência Social.

O projeto foi proposto pela deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), conhecida por atuar em pautas relacionadas aos direitos de pessoas com deficiência. Ela justificou a concessão da pensão com base no fato de que Laís representava o Brasil no momento em que se acidentou e precisa dos recursos como forma de subsistência a partir de agora.

Apesar de ter se machucado quando treinava para as competições de esqui aéreo na Rússia, Laís também já fez parte da equipe olímpica de ginástica e defendeu o Brasil em diversas competições internacionais. Ela quebrou a terceira vértebra cervical e está sem os movimentos e controle de órgãos do pescoço para baixo.

O projeto recebeu parecer favorável nas comissões de Educação, Cultura e Esporte, e de Assuntos Sociais do Senado e foi aprovado sem alterações em relação ao texto enviado pela Câmara dos Deputados. O projeto de lei vai para sanção da presidenta Dilma Rousseff.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave