Banco Central dos EUA decide manter taxas de juros próximas de zero

O Fed, no entanto, explicou que quer ser “paciente” antes de iniciar a alta das taxas e ressaltou que segue “de perto” a evolução da inflação

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

O Federal Reserve (Fed), Banco Central norte-americano, decidiu nesta quarta-feira (17) deixar inalteradas as taxas básicas de juros e afirmou que vai mantê-las "durante um período considerável".

A decisão foi anunciada em comunicado no final da reunião de dois dias do Comitê de Política Monetária do Fed. Em comunicado, o órgão informou que as taxas se manterão próximas de zero "durante um período considerável". Alguns analistas consideravam que, numa altura em que a recuperação da economia dos Estados Unidos se mostra mais vigorosa, o Banco Central poderia dar sinais sobre quando iniciaria a alta dos juros e abandonar a formulação usada até agora.

O Fed, no entanto, explicou que quer ser “paciente” antes de iniciar a alta das taxas e ressaltou que segue “de perto” a evolução da inflação. As taxas de juros nos Estados Unidos estão entre 0% e 0,25% ao ano desde o fim de 2008.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave