Novos radares de velocidade começam a funcionar na Tereza Cristina

Os equipamentos foram colocados com faixas que indicam a fiscalização eletrônica para detectar quem passar da velocidade de 60 Km/h

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Os motoristas que trafegam pela avenida Tereza Cristina, altura do bairro Betânia, região Oeste de Belo Horizonte, devem ficar atentos à velocidade máxima permitida pela via, que é de 60 Km/h. A partir desta quarta-feira (17), dois novos radares móveis entraram em operação nos dois sentidos da avenida, na altura do número  9.773, para detecção de excesso de velocidade.

O local onde os radares foram colocados está sinalizado com faixas que indicam a presença de fiscalização eletrônica e a velocidade máxima permitida. De acordo com a  Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizontes (BHTrans),  os equipamentos foram verificados e aprovados pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de MG (IPEM/MG). Os registros fotográficos serão analisados pela Guarda Municipal, junto à agentes da BHTrans.

Ainda de acordo com a BHTrans,  os equipamentos foram instalados na avenida Tereza Cristina devido ao fluxo intenso e também porque a geometria da via favorece o excesso de velocidade, tornando o local mais propenso a acidentes graves. Não há previsão do período em que os radares irão permanecer na avenida.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave