Brasileiros caem nos grupos dos EUA no Pan de Toronto

Seleções feminina e masculina já sabem que terão muito trabalho e projetam segunda vaga

iG Minas Gerais | Débora Ferreira |

Zanon viu equilíbrio nos grupos femininos e crê em disputa com Porto Rico pela segunda vaga
Gaspar Nóbrega/Inovafoto
Zanon viu equilíbrio nos grupos femininos e crê em disputa com Porto Rico pela segunda vaga

O Brasil irá enfrentar os Estados Unidos pelo menos duas vezes no basquete nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015. Em sorteio realizado pela FIBA das Américas, as seleções feminina e masculina caíram nos mesmos grupos do “Dream Team”, e já traçam planos para ficar com a segunda vaga das chaves.

As mulheres estão ao lado de EUA, Porto Rico e República Dominicana no grupo A. “Não tem muita escolha, acho que ficaram duas chaves equilibradas. Mas gostei do sorteio. Com as americanas no grupo, não tem como, vamos brigar pelo segundo lugar. Faremos um jogo decisivo contra Porto Rico”, comentou o técnico Luiz Augusto Zanon. No outro cruzamento estão Cuba, Argentina, Venezuela e Canadá.

No masculino, o treinador argentino Rubén Magnano também prevê dificuldades não só com a seleção que mais ganhou títulos na modalidade, mas com os outros países que estão evoluindo. Junto do Brasil estão ainda Venezuela e Porto Rico, e o grupo B tem México, Argentina, República Dominicana e Canadá.

“Sem contar com os Estados Unidos, precisamos saber como Porto Rico e Venezuela irão para a competição. Se formos fazer uma avaliação clara do grupo, teremos o último campeão Sul-Americano, a Venezuela, e o vice-campeão da Copa América 2013, Porto Rico, que perdeu a final para o México. É uma chave muito forte, mas temos que ver com que elenco os adversários disputar os Jogos Pan-Americanos”, analisou Magnano.

As disputas de basquete acontecem de 16 a 20 de julho para o feminino, e de 21 a 25 para o masculino. Na fase de grupos, todas as equipes se enfrentam e as duas melhores avançam. Nas semifinais, é feito o cruzamento olímpico.

Em toda a história do Pan, o time masculino coleciona 13 medalhas. São cinco de ouro, duas de prata e seis de bronze. O plantel feminino tem 11: três ouros, quatro pratas e quatro bronzes.