Igreja anglicana anuncia primeira bispa na Inglaterra

Ação encerrou séculos de liderança e primazia masculina, após uma alteração histórica em suas regras, informa a imprensa britânica

iG Minas Gerais | AFP |

Reverenda Libby Lane fala logo após ser anunciada como primeira bispa da Igreja Anglicana
PAUL ELLIS / AFP
Reverenda Libby Lane fala logo após ser anunciada como primeira bispa da Igreja Anglicana

A pastora Libby Lane se tornou nesta quarta-feira (17) a primeira mulher nomeada para o cargo de bispo da Igreja Anglicana, ao ser nomeada para liderar a diocese de Stockport, no centro da Inglaterra.

"É uma alegria inesperada estar aqui. É um dia marcante para mim e um dia histórico para a Igreja", disse Lane, de 48 anos.

Antes de pronunciar as primeiras palavras com a nova função, Lane pediu um minuto de silêncio pelas 141 vítimas do ataque dos talibãs contra uma escola do Paquistão na terça-feira.

Libby Lane, que toca saxofone, é torcedora do Manchester United e é casada com um sacerdote, foi nomeada um mês depois do sínodo que mudou as regras para permitir a designação. O Parlamento britânico ratificou a mudança.

A aprovação desta reforma pelo sínodo inglês não obriga as outras igrejas anglicanas a ordenar mulheres para o cargo de bispo, mas algumas já haviam se antecipado à Igreja matriz, a da Inglaterra.

A Igreja da Inglaterra, uma cisão da Igreja Católica, é a matriz da comunidade anglicana, que conta com 80 milhões de fiéis em 165 países.

Na Inglaterra, as mulheres podem ser ordenadas sacerdotes desde 1992, mas Gales, Estados Unidos, Austrália, Canadá e Suazilândia se anteciparam na ordenação de mulheres como bispos.

Leia tudo sobre: Igreja AnglicanaMundoSexismobispo mulherReligiãoInglaterraanúncionovidade