Transição não se manifesta, mas deputado contesta

iG Minas Gerais |

O futuro governador do Estado, Fernando Pimentel (PT), não se manifestou sobre o mutirão de leilões do Executivo no último mês do ano. Para o deputado estadual Sávio Souza Cruz (PMDB), a venda de imóveis faz parte de uma “política de terra arrasada”.

Além de informar o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) sobre os leilões, o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Energética de Minas Gerais (Sindieletro-MG) também encaminhou um ofício para a equipe de transição de governo de Fernando Pimentel (PT), o que não deve causar problema para a atual gestão. A assessoria do petista explicou que Pimentel não iria comentar o assunto já que “o governo atual faz o que achar melhor”.

O deputado Sávio Souza Cruz entende que os leilões são para prejudicar a próxima administração. “O governo está liquidando o patrimônio do Estado sem dar maiores explicações. É a política de terra arrasada. Vamos saber o reflexo disso quando o próximo governo assumir”, afirmou o deputado. (GR)

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave