Orçamento será votado em 2015

iG Minas Gerais |

O Orçamento do governo do Estado para 2015 só deve ser votado no ano que vem, como quer o governador eleito Fernando Pimentel (PT). Na semana passada, até o senador Aécio Neves (PSDB) se reuniu com deputados estaduais para pedir empenho na votação dos projetos, entre eles o do Orçamento. No entanto, essas próprias lideranças já admitem a derrota e devem voltar à Assembleia no mês que vem para analisar a matéria.

“Isso depende mais do futuro governo”, afirmou o líder do atual governo Luiz Humberto Carneiro (PSDB).

Para a oposição, que assume o governo em 15 dias, é melhor entrar no ano novo sem o orçamento aprovado do “que aprová-lo do jeito que está”, segundo o deputado Paulo Guedes (PT). “O projeto tem uma série de vícios e pegadinhas”, resume o petista.

A proposta, enviada pelo governador Alberto Pinto Coelho, fixa receitas e despesas em R$ 83 bilhões.

Até a noite de ontem, base e oposição estavam reunidos para tentar, mais uma vez, destravar a pauta e votar duas matérias. Uma delas é o Projeto de Lei 5.541 de 2014, que trata de mudanças na carreira da Polícia Militar e tramita em regime de urgência. A outra, que já tem acordo para ser aprovada, é a que concede suplementação orçamentária para o Ministério Público. (Lucas Pavanelli)

 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave