Defensoria da União alerta para prazo de renovação de senha do INSS

Beneficiários terão até o dia 31 deste mês, caso contrário, o benefício será suspenso; iniciativa é para dar mais segurança ao cidadão, evitando o pagamento de benefícios indevidos e fraudes

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

A Defensoria Pública da União (DPU) alerta aposentados e pensionistas do instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para o prazo de comprovação de vida e renovação da senha na rede bancária. Os beneficiários terão até o dia 31 deste mês, caso contrário, o benefício será suspenso. A iniciativa tem por objetivo dar mais segurança ao cidadão, evitando o pagamento de benefícios indevidos e fraudes.

De acordo com a DPU, mesmo com a campanha de divulgação, os números apresentados pelo INSS mostram que há mais de 1,2 milhão de aposentados e pensionistas que ainda não fizeram o recadastramento. A renovação de senhas e prova de vida são obrigatórias e ocorrem anualmente.

Em nota, a defensora Fernanda Hahn, de Porto Alegre, informou que é fundamental os segurados e dependentes atenderem ao chamado do INSS, para evitar inconvenientes. “Para reativar benefícios suspensos, poderão surgir alguns entraves burocráticos, causando transtornos aos beneficiários", salientou Fernanda. Segundo ela, para a maioria, o benefício é a única fonte de renda e garantia de subsistência da família.

A renovação de senha deve ser feita na conta-corrente, conta de poupança ou no cartão magnético. Para fazer a recadastramento, o beneficiário deve ir ao banco onde recebe o benefício e apresentar documento oficial com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação, entre outros).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave