Previsão de novas chuvas no Vale do Rio Doce deixa bombeiros em alerta

A chuva que caiu na região entre o último domingo (14) e a segunda-feira (15) desabrigou pessoas em Governador Valadares e no município de Conselheiro Pena

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

CIDADES - GOVERNADOR VALADARES - MG - 16.12.2014
Forte chuva em Governador Valadares no ultimo fim de semana deixou corregos e ruas alagados , causando preocupacao aos moradores . Somente no domingo (14) , choveu aproximadamente 89 milimetros na cidade . 

FOTO : Antonio Cota / Diario do Rio Doce
Antonio Cota / Diario do Rio Doc
CIDADES - GOVERNADOR VALADARES - MG - 16.12.2014 Forte chuva em Governador Valadares no ultimo fim de semana deixou corregos e ruas alagados , causando preocupacao aos moradores . Somente no domingo (14) , choveu aproximadamente 89 milimetros na cidade . FOTO : Antonio Cota / Diario do Rio Doce

Após as chuvas que atingiram o Vale do Rio Doce desde último domingo (14) e causaram estragos em algumas cidades da região, o Corpo de Bombeiros de Governador Valadares já está em alerta por conta da previsão do tempo, que indica que haverão novas pancadas de chuva no próximo fim de semana. Conforme a Defesa Civil do município, choveu o acumulado de 89 milímetros até a segunda-feira (15).

Militares da corporação fizeram oito vistorias em casas com perigo de desabamento, após moradores os acionarem por conta de trincas e rachaduras. Em algumas delas, a Defesa Civil municipal foi acionada para fazer um levantamento mais detalhado da situação das estruturas.

Desde o domingo foram registradas na cidade cinco quedas de árvores, uma delas na entrada do bairro Pontal, e as outras na avenida Brasil, no Trevo, na Ilha e no Santa Helena. As árvores foram cortadas e removidas pelos bombeiros.

Inundações

Ainda de acordo com a Defesa Civil, nos bairros Santa Paula e Trevo, em função do Córrego Figueirinha ter transbordado, algumas casas foram atingidas pela água. Já foram providenciados abrigos para as famílias e a equipe do  Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do local está à disposição na rua Edson Cirino Campos, 226, Trevo.

Já no bairro Santa Efigênia, outras quatro famílias precisaram deixar suas casas após a visita dos bombeiros e de agentes da Defesa Civil, em decorrência do desabamento de um muro. As famílias no entorno foram orientadas a deixar o local que foi isolado. Um abrigo foi oferecido à eles, que preferiram se alojar em casa de familiares, ainda segundo o órgão. Um outro muro também desabou na rua dos Ipês, no bairro Altinópolis. A Secretaria Municipal de Obras já esteve no local.

Desde 2009, o total de 300 famílias que viviam em áreas de risco em Governador Valadares já foram retiradas dos locais e vivem atualmente em edifícios fruto da parceria entre a Prefeitura e a Caixa, pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Foram construídas 2008 moradias, sendo 15% destinado à população de áreas de risco. 

Conselheiro Pena

No município de Conselheiro Pena, na mesma região, 38 casas ficaram inundadas após o córrego João Pinto transbordar. Além disso, um prédio foi interditado pela Defesa Civil por conta do risco de desabamento, levando 120 pessoas a procurarem abrigo em casas de familiares e amigos. 

Uma estrada que liga a cidade à vizinha Alto São José, que é um distrito de Santa Rita de Itueta, cedeu e deixou moradores ilhados. Segundo a Prefeitura do município, tratores já estão no local para tentar reparar o problema.