Sobre Damião, presidente do Santos comenta: "Não há prazo"

Novo mandatário do Peixe deixou a missão de negociar o atleta com o diretor executivo do clube

iG Minas Gerais | DIEGO COSTA |

Leandro Damião comemora primeiro gol marcado com a camisa do Santos
SANTOS FC/SITE OFICIAL/DIVULGAÇÃO
Leandro Damião comemora primeiro gol marcado com a camisa do Santos

Apesar da expectativa para o acerto do Cruzeiro o atacante Leandro Damião, o presidente eleito do Santos, Modesto Roma Júnior, em entrevista ao Superfc, afirmou não ter pressa para resolver a situação do jogador. 

 

Se o empresário do atleta, Vinicius Prates, acredita que as conversas se resolvam até o fim desta semana, Modesto não fala em data limite para selar a negociação. 

"Só se for por parte dele (Vinícius Prates). Da nossa parte, não tem isso (prazo)", afirmou o dirigente. "Negociações sempre existem. O Santos nunca se fecha. Não há prazo nenhum. Estamos assumindo o clube a partir da segunda-feira e vamos ver tudo isso", completou. 

O mandatário confirmou que o diretor executivo do clube, Dagoberto Santos, está à frente das negociações com a Raposa. Na última segunda, em entrevista coletiva após as eleições, Modesto chegou a ironizar a proposta do Cruzeiro pelo centroavante. Os paulistas estariam pedindo dois jogadores do time estrelado para liberar Damião. 

"Quando houver algo concreto, a gente fala. Não houve avanço nenhum. A questão não está em nível avanço. As conversas prosseguem", disse o novo presidente do Peixe, que também preferiu não comentar os nomes que interessariam à equipe praiana. Dagoberto e Pedro Ken estariam em uma lista passada aos paulistas. 

Leia tudo sobre: CruzeiroLeandro DamiãoSantosprazoatacante