Irmão de George Bush avalia disputar presidência em 2016

Ex-governador da Flórida, Jeb Bush, de 61 anos, é o primeiro republicano a levantar formalmente a possibilidade de competir nas primárias de seu partido

iG Minas Gerais | AFP |

Jeb Bush, irmão mais novo de um ex-presidente e filho de outro ex-presidente americano, anunciou nesta terça-feira que decidiu explorar ativamente a possibilidade de se lançar à corrida pela Casa Branca em 2016, depois de consultar sua família.

"Como resultado destas conversas e de uma profunda reflexão sobre o tipo de liderança que os Estados Unidos precisam, decidi explorar ativamente a possibilidade de ser candidato à presidência", anunciou em uma mensagem na rede social Facebook.

O ex-governador da Flórida (1999-2007, sudeste), de 61 anos, é o primeiro republicano a levantar formalmente a possibilidade de competir nas primárias de seu partido.

"Em janeiro, também planejo estabelecer um 'Leadership PAC+' para me ajudar a iniciar um diálogo com os cidadãos por todos os Estados Unidos e discutir sobre os desafios mais importantes que o nosso país enfrenta", escreveu Jeb Bush.

Criar um comitê "Leadership PAC" permite arrecadar fundos para a campanha de um político e marca o primeiro passo oficial rumo às presidenciais.

Jeb Bush, irmão mais novo do presidente George W. Bush (2001-2009) e filho de George H. W. Bush (1989-1993), dirige atualmente uma fundação para reformar o sistema educacional.

Em seus discursos, se apresenta como um republicano pragmático, especialmente sobre o tema da imigração, no qual se opõe à ala dura do partido, hostil à regularização dos imigrantes ilegais.

Nos últimos meses, Jeb Bush mostrou-se aberto a considerar sua candidatura às primárias republicanas, cuja campanha começará no início de 2016, meses antes das presidenciais, previstas para novembro do mesmo ano.

Mas, diferentemente das primárias democratas, nas quais Hillary Clinton é favorita, mais de uma dezena de republicanos competem, entre eles o governador de Nova Jersey (leste), Chris Christie, e os senadores Rand Paul, Ted Cruz e Marco Rubio.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave