Em mais um dia sem competição, Medina aproveita para treinar

Surfista se prepara para enfrentar o havaiano Dusty Payne, o que deve acontecer nesta terça-feira

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Adriano de Souza e Gabriel Medina deram show nas ondas da Barra da Tijuca e passaram de fase
KRISTIN / WCT
Adriano de Souza e Gabriel Medina deram show nas ondas da Barra da Tijuca e passaram de fase

Após mais um adiamento, o paulista Gabriel Medina, 20, aproveitou a manhã desta segunda-feira (15) para treinar na praia de Pipeline, no Havaí. Medina, que luta para se tornar o primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, ficou cerca de uma hora no mar. A previsão é de ondas de 8 a 10 pés (2.4 a 3 metros) nesta segunda. O paulista tem basicamente treinado desde que chegou ao Havaí, no dia 22 de novembro. Ele só participou da competição na sexta-feira (12), quando venceu a sua bateria válida pela primeira rodada e avançou diretamente para a terceira. Agora, ele se prepara para enfrentar o havaiano Dusty Payne, 25. Medina pode até ser campeão nesta terça se a competição realmente acontecer, mas precisa torcer por derrotas do australiano Mick Fanning, 33, e do americano Kelly Slater, 42.

Se avançar, o paulista elimina Slater e terá apenas Fanning na briga pelo título, isso se o australiano passar pela terceira rodada.

Leia tudo sobre: MundialsurfeGabriel MedinaadiamentobateriastreinosMick FanningKelly Slater