Etapa do Mundial de surfe é adiada mais uma vez

Assim como no domingo (14), venta forte no local; Uma nova chamada será feita na terça-feira (16)

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Gabriel Medina garantiu passagem direta para a terceira rodada da última etapa do Mundial de surfe
Reprodução/Facebook
Gabriel Medina garantiu passagem direta para a terceira rodada da última etapa do Mundial de surfe

A última etapa do Mundial de surfe, disputada na praia de Pipeline, no Havaí, foi adiada mais uma vez nesta segunda-feira (15) por causa das condições do mar. Assim como no domingo (14), venta forte no local, embora a previsão indique ondas menores, entre 10 e 14 pés (3 a 4.3 metros). Uma nova chamada será feita na terça-feira (16), às 7h30 local (15h30 de Brasília). Este é o sexto adiamento da etapa. A competição foi realizada normalmente na terça (9) e na sexta-feira (12). Já no sábado (13), só a repescagem foi disputada, já que a organização decidiu paralisar a competição por causa da fúria do mar. Com mais um adiamento, o paulista Gabriel Medina, 20, que luta para se tornar o primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, continua na espera. Na terceira fase, ele vai encarar o havaiano Dusty Payne, 25, por um lugar na quarta rodada. Os dois vão se enfrentar na sexta bateria.

CAMINHADA

No sábado, Medina viu o americano Kelly Slater, 42, passar pela repescagem ao derrotar o havaiano Reef McIntoshi, 38, e se classificar para a terceira rodada. Medina pode ser campeão nesta terça-feira se a etapa for mesmo realizada, mas, para isso, terá que torcer por derrotas de Slater e do australiano Mick Fanning, 33. Se o brasileiro vencer a sua bateria, ele elimina o americano e terá só Fanning na briga pelo título, isso se o australiano ganhar na terceira rodada.

Leia tudo sobre: MundialsurfeetapaadiadaPipelineHavaiGabriel MedidaMick FanningKelly Slater