Universidade abre sindicância para apurar morte de aluno de medicina

Corpo de estudante de 23 anos foi encontrado morto dentro de uma caixa-d'água de um prédio da universidade na noite de sábado (13) em Manaus

iG Minas Gerais | Folhapress |

A UEA (Universidade do Estado do Amazonas) informou nesta segunda-feira (15) que abrirá sindicância para apurar a morte do estudante Dalmir Albuquerque da Costa Júnior, 23, cujo corpo foi encontrado na caixa-d'água de um prédio da universidade na noite de sábado (13), em Manaus.

Júnior cursava o quarto período de medicina e foi encontrado sozinho dentro da caixa-d´água do terraço da ESA (Escola Superior de Ciências e Saúde), da UEA, vestindo apenas cueca. Segundo colegas ouvidos pela reportagem, haviam garrafas de vodca por perto, e Júnior tinha um corte na altura da testa.

Segundo o reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, uma comissão formada por professores pretende apurar o caso em 30 dias. O estudante, segundo o reitor, havia trancado sua matrícula. Costa também afirmou que o local onde o corpo foi encontrado é de acesso restrito.

O terraço da ESA, segundo apurou a reportagem, é constantemente frequentado por estudantes da universidade, que fazem da caixa d´água de 15 mil litros uma banheira com vista para a cidade. A Polícia Civil também investiga o caso. A principal hipótese da polícia é afogamento, mas a delegacia especializada em homicídio também foi acionada para investigar o fato.

O corpo do estudante foi velado na tarde de domingo (14). Segundo colegas e amigos, Júnior era estudioso e estava de mudança para o Rio Grande do Sul, onde planejava concluir a faculdade de medicina.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave