Elenco tende a sofrer mais mudanças

Para repor possíveis perdas, a diretoria celeste trabalha para contratar peças de qualidade

iG Minas Gerais | Bruno Trindade |

Na mira. Empresário confirma interesse do Cruzeiro no camaronês Joel, mas nada está certo ainda
RUDY TRINDADE
Na mira. Empresário confirma interesse do Cruzeiro no camaronês Joel, mas nada está certo ainda

O aumento da visibilidade do Cruzeiro com os títulos consecutivos do Campeonato Brasileiro é um dos fatores que pode ampliar as dificuldades da diretoria celeste de manter os principais jogadores para a próxima temporada. As poucas alterações no elenco de 2013 para 2014 foram um dos ingredientes para o sucesso da Raposa, que manteve o mesmo time e ainda se reforçou. No entanto, para 2015, as mudanças tendem a ser maiores.

Pelo menos cinco atletas podem deixar a Toca II. Os volantes Nilton e Lucas Silva, os meias Ricardo Goulart e Everton Ribeiro e o atacante Marcelo Moreno são assediados a todo momento e surgem muitas especulações sobre suas saídas. Meias celestes e da seleção Brasileira, Goulart e Ribeiro, apesar de serem os mais destacáveis, ainda não receberam proposta oficial.

Os outros jogadores, no entanto, podem não se reapresentar com o restante do elenco no ano que vem. O volante Lucas Silva vem recebendo propostas do Real Madrid e sondagens do Arsenal, o que deixa a sua permanência difícil. Nilton é um dos reforços pretendidos pelo Internacional, que aposta no volante para a disputa da Copa Libertadores 2015.

Já Marcelo Moreno, além do alto valor para a compra de seus direitos (R$ 19 milhões), conta com o apoio de Adalberto Preis, novo membro do departamento de futebol do Grêmio. “Sou favorável à permanência dos dois (Barcos e Moreno), a não ser que haja um negócio muito favorável. Se não houver, vamos convencer o Moreno a ficar. O Grêmio precisa investir em goleadores”, declarou Preis à Rádio Guaíba.

Já prevendo possíveis baixas e buscando tornar o seu grupo mais forte, a Raposa segue em busca de reforços. Fred, do Fluminense, é um sonho mais distante pelo alto salário. Outros dois atacantes dependem da vontade da nova diretoria de seus clubes para saber onde irão jogar. Damião vê como boa a possibilidade de atuar no clube mineiro. Joel, do Coritiba, também interessa. O empresário dele, Juan Figer, disse que o Cruzeiro ainda não apresentou proposta oficial. “Eu não recebi nenhuma proposta. Tem vários clubes interessados no Joel, incluindo o Cruzeiro. Nas próximas semanas, vamos nos reunir para decidir”, revelou Figer.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave