Leonardo DiCaprio é chamado de 'desprezível' em e-mails da Sony

Xingamento aparece em troca de mensagens entre Amy Pascal, vice-presidente do estúdio, e o produtor Mark Gordon

iG Minas Gerais | Folhapress |

Divulgação
undefined

O ator Leonardo DiCaprio é mais uma vítima da troca de e-mails da Sony vazados por hackers desde 24 de novembro. Numa troca de mensagens entre Amy Pascal, vice-presidente do estúdio, e o produtor Mark Gordon, o ator é chamado de "desprezível".

DiCaprio havia se recusado a interpretar o fundador da Apple, Steve Jobs, num filme que será dirigido por Aaron Sorkin.

"Comportamento horrível", escreveu o produtor do filme. "Na verdade, desprezível", corrigiu Pascal.

Essas últimas mensagens vazaram neste sábado (13) e foram publicadas pelo site Daily Beast.

Segundo a correspondência, Gordon perguntou à presidente do estúdio se a desistência de DiCaprio de participar do filme tinha a ver com dinheiro ou não. Ela respondeu que não.

O papel acabou nas mãos do ator Michael Fassbender depois que Christian Bale também havia desistido da produção. A Sony não quis comentar o assunto.

Esse é o último capítulo dos ataques cibernéticos à Sony, considerada a maior agressão do tipo a uma empresa nos Estados Unidos. Entre outras celebridades insultadas nos e-mails da empresa estão Willow e Jaden Smith, filhos do ator Will Smith, e Angelina Jolie, que foi chamada de "fedelha mimada e minimamente talentosa".

Também foi vazado pelos hackers o roteiro do próximo filme da franquia 007, "Spectre", que já está sendo gravado. Uma versão do script com correções circula na web.

Leia tudo sobre: Leonardo DiCaprio