Alerta contra o racismo casual

iG Minas Gerais |

Belfast. Existe ainda a preocupação de que o racismo casual e a ignorância determinada estejam se espalhando.

No verão passado, o pastor protestante fundamentalista James McConnell atraiu muitas reprimendas depois de falar para sua congregação que “o islamismo é pagão; o islamismo é satânico; o islamismo é uma doutrina gestada no inferno”.

Anna Lo, a única representante de minorias étnicas da Assembleia da Irlanda do Norte, relembra a noite em que ouviu o primeiro ministro da província, Peter Robinson, apoiar McConnell dizendo que “não havia uma gota de ódio nele”.

“Fiquei gritando com a televisão. Não podia acreditar nesses pontos de vista”, contou ela em uma entrevista.

A fala de Robinson levou Lo a fazer uma aparição emocionante em um popular show de entrevistas no qual ela disse que estava pensando em se mudar de país. Lo, que nasceu em Hong Kong, vive na Irlanda do Norte desde 1984. “Em que tipo de lugar estamos vivendo agora? Eu me sinto tão vulnerável que acho que quando ando na rua posso ser atacada”, disse ela.

Os dois homens finalmente se desculparam por seus comentários. (DD/NYT)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave