Fogos vão formar a frase “Rio 450” no Réveillon da praia de Copacabana

A frase, que irá aparecer duas vezes a 50 metros de altura, marcará o início das comemorações dos 450 anos da cidade, em 1º de março

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

FERNANDO SOUZA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO
undefined

A queima de fogos durante o Réveillon de Copacabana, na zona sul do Rio, terá uma novidade: durante a contagem regressiva, eles vão formar a frase 'Rio 450' no céu. A frase, que irá aparecer duas vezes a 50 metros de altura, marcará o início das comemorações dos 450 anos da cidade, em 1º de março.

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (10), pela Riotur (empresa de turismo do Rio), órgão vinculado à prefeitura da cidade. Ainda de acordo a empresa, o público estimado na orla de Copacabana durante a virada do próximo Ano Novo está em cerca de 2 milhões de pessoas.

'No Réveillon dos 450 anos da cidade, quem comanda a festa é o carioca. É uma honra abrir o calendários de comemorações oficiais do aniversário da cidade e estampar a marca da carioquice', afirmou o secretário de Turismo, Antonio Pedro Mello.

Entre as atrações musicais nos três palcos que serão montados em Copacabana estão as bandas Titãs, Detonautas, o cantor Seu Jorge, a cantora Maria Rita, além da bateria da Unidos da Tijuca.

FOGOS O show pirotécnico contará com 'vulcões' coloridos, 'rabos de cavalo' de lantejoulas amarelas e outros com efeito 'borboleta' próximos aos barcos. Ao todo, serão onze balsas, totalizando 24 toneladas de fogos. Cada um irá conter 2.330 bombas e será acionado por um sistema de disparo computadorizado.

Os fogos serão musicados, ou seja, irão estourar de acordo com uma trilha sonora que mistura clássicos da MPB e música orquestrada.

A empresa responsável pela queima dos fogos de artifício, Pirotecnia Igual Brasil, assinou a abertura dos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992, e há dez anos realiza a queima de fogos do Ano Novo de Valparaíso, no Chile.

Outros oito pontos da cidade também receberão festas promovidas pela prefeitura: parque de Madureira, piscinão de Ramos, Penha, Ilha do Governador, Ilha de Paquetá, Flamengo, Pedra de Guaratiba e Sepetiba.

TURISTAS A expectativa da prefeitura é de que 816 mil turistas passem pela cidade durante o Réveillon movimentando US$ 650 milhões. Na festa de 2013, 767 mil turistas estiveram no Rio, e geraram US$ 614 milhões para a economia carioca.

De acordo com dados da ABIH (Associação Brasileira de Indústria de Hotéis), a noite da Virada está mais concorrida do que em 2013: o próximo dia 31 de dezembro os hotéis já possuem 79% de ocupação, sendo que este número atinge 85% nas reservas realizadas até o momento nos hotéis cinco estrelas.

FOLHAPRESS

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave