Pontífice diz que cães vão para o céu

iG Minas Gerais |

Cidade do Vaticano. Na tentativa de consolar uma criança triste pela morte de seu cachorro, o papa Francisco acabou criando mais uma polêmica com a ala conservadora da igreja.  

Francisco disse em uma recente aparição pública na praça de São Pedro que “o paraíso está aberto a todas as criaturas do Senhor”.

A declaração foi muito bem recebida por organizações como a Humane Society e a People for the Ethic Treatment of Animals (PETA) que as viram como repúdio da teologia católica conservadora de acordo com a qual os animais não podem ir para o céu porque não têm alma.

“Minha caixa de e-mails lotou”, revela Christine Gutleben, diretora sênior de contato com religiões da Humane Society, a maior organização de proteção aos animais que possui sede nos Estados Unidos. “Quase imediatamente, todo mundo começou a falar no assunto”, revelou Christine em entrevista ao jornal norte-americano “The New York Times”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave