Facebook planeja criar mecanismo para evitar fotos constrangedoras

Zuckerberg diz que rede poderá ter algo como um botão “não curti”

iG Minas Gerais |

Todo mundo vai ver. 
Fotos embaraçosas, especialmente de quando usuário aparenta estar bêbado, poderão ter alerta
Katherine Evans / Stockxpert
Todo mundo vai ver. Fotos embaraçosas, especialmente de quando usuário aparenta estar bêbado, poderão ter alerta

SÃO PAULO. O Facebook quer projetar uma nova funcionalidade que será capaz de identificar se o usuário está bêbado na foto que está postando, e alertá-lo de que a imagem pode ser embaraçosa. Em entrevista à revista “Wired”, o chefe do laboratório de inteligência artificial (IA) do Facebook, Yann LeCun, disse que o mecanismo seria como uma assistente virtual “que te dá um tapinha no ombro e diz: Isso está sendo postado publicamente. Tem certeza que quer que seu chefe e sua mãe vejam isso?”.

Segundo a revista, a ferramenta seria, de maneira geral, um recurso de reconhecimento de imagem que distingue o seu “eu bêbado” do seu “eu sóbrio”. A tecnologia, baseada em uma forma de inteligência artificial chamada de “deep learning” (aprendizado profundo, em tradução livre), é a mesma que distingue o rosto do usuário do de seus amigos na hora de marcar uma foto.

O laboratório comandado por LeCun está completando um ano de existência e vislumbra uma IA cada vez mais atuante na rede social. “Imagine possuir um assistente digital capaz de mediar sua interação com seus amigos e com o conteúdo no Facebook”, afirmou o diretor, enfatizando que o objetivo é dar mais controle ao usuário sobre sua identidade online, e não menos.

Em breve, os algoritmos do grupo serão capazes de analisar o texto que os usuários escrevem em seus status e sugerir hashtags relevantes, informa a “Wired”. LeCun também planeja uma funcionalidade que notifique imediatamente a pessoa quando alguém que ela não conhece postar uma foto sua. Segundo a notícia, a tecnologia de “deep learning” é utilizada também por companhias como o Google – no reconhecimento de voz do Android, por exemplo –, pela Microsoft – em alguns recursos do Skype –, e pelo Twitter, entre outras empresas.

Dedo-duro. O processo de integração do Facebook com o WhasApp, serviço de mensagem que foi comprado pela rede social, começou – e já desagradou. Agora, as pessoas com quem você fala no WhatsApp aparecem na rede social como “amigos sugeridos”. Algumas pessoas já se declararam incomodadas com esta ação do Facebook – e postaram isso na própria rede – por não quererem misturar contatos casuais ou profissionais com os da rede social.

Botão “não curti”. Na última quinta-feira, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, participou de mais uma sessão de perguntas e respostas na sede da empresa, transmitida na web. Perguntado sobre um possível botão “dislike” (“não curti”) no futuro, o CEO não descartou a hipótese. Disse que a empresa está pensando nisso, mas que, provavelmente, o botão não se chamará exatamente “dislike”, por conta do grande potencial de ferir os sentimentos das pessoas. O Facebook está tentando encontrar uma maneira para que os usuários expressem uma ampla gama de emoções – inclusive o descontentamento – nas postagens.

Flash

Vídeos. Em 20 mil páginas avaliadas pela empresa de análise de mídias sociais Socialbakers, pertencentes a empresas e figuras públicas, houve uma redução de vídeos vindos do YouTube, enquanto vídeos publicados diretamente no Facebook aumentaram e superaram o serviço do Google.

Instagram atinge 300 milhões de usuários e passa o Twitter SÃO PAULO. O Instagram anunciou que já possui 300 milhões de usuários. A página dobrou de tamanho desde outubro de 2013, ultrapassando o Twitter, que tem 284 milhões de usuários. “O que começou como dois amigos com um sonho se transformou em uma comunidade global que compartilha mais de 70 milhões vídeos e fotos todos os dias”, escreveu o presidente Kevin Systrom, em um post no blog oficial do Instagram. O cofundador da rede social aproveitou para informar que o site começará a identificar com um selo as contas oficiais de celebridades, atletas e marcas, para que os usuários tenham a certeza de estar seguindo o perfil certo. A funcionalidade começará a ser liberada nos próximos dias. Mark Zuckerberg, que comprou o Instagram em 2012, também comemorou: “Parabéns à comunidade do Instagram por alcançar 300 milhões de pessoas, e parabéns ao Kevin, ao Mike e à equipe por construir um serviço tão incrível”, escreveu.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave