Aula com degustação e história

"‘Curso" de gastronomia para estrangeiros é sucesso e atrai também muitos brasileiros

iG Minas Gerais | Paulo Campos |

Simone Almeida ministra uma aula para estrangeiros em seu restaurante Lampadosa
Cook in Rio/Divulgação
Simone Almeida ministra uma aula para estrangeiros em seu restaurante Lampadosa

Simone Almeida é uma carioca que se reinventou: de produtora cultural à chef de cozinha. A arte de cozinhar ela aprendeu em cursos de gastronomia na Alemanha antes de trazer para o Brasil “um conceito”, segundo ela, já trabalhado em outros países, como a Tailândia, por exemplo. O ateliê culinário – em parceria com o sócio Cristiano Lemos – funciona em um espaço pequeno dentro de seu próprio restaurante, o Lampadosa, na histórica rua do Rosário, próximo ao Centro Cultural Banco do Brasil. Por R$ 165, o turista participa de uma aula-degustação, onde prepara o próprio prato e entende o porquê de nossos hábitos culinários.

A propaganda é em inglês: “brazilian cooking classes”. “Meu foco é o estrangeiro”, comenta. Simone propõe uma imersão na cultura brasileira através da culinária. “A melhor maneira de conhecer um povo é descobrindo sua culinária”, garante. Tudo é executado com bom humor e muita informação histórico-cultural.

Moqueca

Simone não ensina a fazer uma feijoada, um típico prato brasileiro, mas sim uma moqueca de peixe, o prato mais pedido pelos estrangeiros. Primeiro explica que a origem da culinária brasileira é uma mistura de raças antes de iniciar a degustação. Tudo à mão, chama um a um dos alunos para ajudar no preparo do prato principal.

A aula-degustação – que pode ser em português, espanhol ou inglês, dependendo do público e é ministrado de cinco a seis vezes por semana, com no máximo seis participantes – começa com aperitivos: frita linguiça com aipim, mistura queijo-coalho com goiabada, ensina a preparar a caipirinha. Para preparar o prato principal, coloca um voluntário para caramelizar o filé, enquanto o outro mistura o dendê com leite de coco, pimentão e cebola.

O boca a boca tratou de dar fama ao Cook in Rio, que foi parar no guia internacional “Lonely Planet” e no respeitado site TripAdvisor. Os brasileiros que passeiam pela cidade também adoraram a ideia.

Serviço

Como agendar. As aulas ministradas pela chef Simone Almeida podem ser agendadas no site www.cockinrio.com ou pelo telefone (21) 2223-0144. O grupo pode optar pela feijoada, moqueca de peixe ou camarão, frango no pequi e frango com quiabo. O custo é de R$ 165 por pessoa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave