Pampulha oficializa candidatura

No dia em que a capital faz 117 anos, conjunto arquitetônico pleiteia título de patrimônio cultural

iG Minas Gerais | BERNARDO ALMEIDA |

Base. Para presidente de fundação, o fato da Pampulha ser um dos primeiros projetos de Oscar Niemeyer pode contribuir para o reconhecimento internacional do local
douglas magno
Base. Para presidente de fundação, o fato da Pampulha ser um dos primeiros projetos de Oscar Niemeyer pode contribuir para o reconhecimento internacional do local

A candidatura do conjunto arquitetônico da Pampulha a Patrimônio Cultural da Humanidade foi oficializada nesta sexta, dia em que a capital mineira completou 117 anos. A prefeitura entregou o dossiê que pleiteia o título, já concedida a outros 12 sítios culturais no Brasil, para o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O órgão federal tem até o início de fevereiro para encaminhar o ofício à Organização das Nações Unidades para a Educação a Ciência e a Cultura (Unesco).

Segundo a presidente do Iphan, Jurema Machado, após receber a solicitação, a Unesco analisará se o documento atende aos requisitos e, depois, delegará a apreciação a um especialista internacional, que virá conhecer o local – provavelmente no ano que vem – e levará seu parecer para um conselho da entidade. “Na melhor das hipóteses é que o conselho delibere sobre o assunto em junho de 2016”, prevê a presidente do Iphan, Jurema Machado. Ela vê com otimismo as chances de o pedido ser aprovado, o que deverá trazer benefícios para a região. “Além da visibilidade, o reconhecimento amplia a responsabilidade dos entes públicos com a preservação desse sítio”, completa Machado. Construído na década de 1940, o Conjunto Moderno da Pampulha inclui cinco edifícios que circundam a lagoa: a igreja de São Francisco de Assis, o Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile, o Iate Tênis Clube e a Casa Kubitschek. O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Leônidas Oliveira, acredita que a arquitetura modernista de Oscar Niemeyer tem tudo para ser reconhecida, com base em outro patrimônio da humanidade, o Plano Piloto de Brasília. “Niemeyer dizia que tudo começou na Pampulha, Brasília começa aqui, foi aqui que ele experimentou a forma, aqui é uma das origens da modernidade brasileira”, acredita.

Agenda As comemorações do aniversário prosseguem neste fim de semana: Presépio. Os moradores poderão visitar neste sábado, das 9h às 12h e das 13h30 às 16h30, o Presépio de Topiaria, no zoológico. Formado por um conjunto de peças feitas em topiaria – plantas podadas ornamentalmente –, o presépio é representado em tamanho natural. Savassi. Às 17h, será realizado o Festival Natal Cultural, na praça Diogo Vasconcellos, na região da Savassi, com intervenção do Papai Noel e o espetáculo cênico-musical “Concerto em Ré”, do Grupo de Teatro Maria Cutia. Skate. Às 10h30, será inaugurada a pista de skate do Parque Lagoa do Nado, na região da Pampulha. Mercado. No Mercado Distrital do Cruzeiro, na região Centro-Sul, o quarteto de jazz Cobra e Coral se apresenta às 13h. Exposição. Às 16h, será realizada a abertura da mostra Presépios e Folias, na Rodoviária do município, no centro da cidade.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave