Com Jaque desde o início, Minas vence mais uma na Superliga

Equipe passou por 3 a 0 pelo Uniara e atuação defensiva da ponteira ajudou no resultado final

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Depois de três jogos ajudando o Camponesa-Minas entrando apenas durante as partidas, a tarde desta sexta-feira, finalmente, reservou a primeira oportunidade que a ponteira bicampeã olímpica Jaqueline teve no time titular comandado pelo técnico Marco Queiroga.

E a jogadora mostra continua com o pé quente. Nos três jogos em que ela atuou, o time conseguiu as primeiras vitórias na Superliga feminina. Diante do Uniara-AFAV, na Arena Minas, pela décima rodada do turno, não foi diferente.

O resultado de 3 a 0 (25/15, 25/23 e 25/21) dá ao time de Belo Horizonte o quarto triunfo seguido na competição em nove jogos e a manutenção da sexta posição, diminuindo a vantagem para o Pinheiros-SP. A partida aconteceu com portões abertos, algo inédito para os torcedores do Minas na atual edição do torneio nacional. 

Com Jaque em quadra, quem teve que aguardar no banco de reservas foi Mari Paraíba. Carla foi mantida no time titular, assim como a jovem Naiane, de 20 anos, que mostra mais desenvoltura a cada jogo. A estrela da companhia deu mais consistência ao time, principalmente no fundo de quadra. Um maior entrosamento nas próximas rodadas é esperado para que o time alcance degraus cada vez mais altos. “O mais importante é  conseguir ajudar. Tenho esse dom de defender bem e isso contribuiu para a vitória. Estava ansiosa por jogar e tentei dar o meu melhor. Foram duas semanas e meia de treinos antes desta oportunidade. Acho que cumpri bem meu papel”, comenta Jaqueline.

Diante de uma equipe que briga pela classificação, apesar do baixo investimento, o Minas conseguiu se impor no começo da partida.  Logo após o primeiro tempo técnico, o placar marcava 9 a 5 para as donas da casa. A vantagem foi bem controlada e teve ajuda das paulistas, que erraram além da conta. Ao todo, o Minas fez 10 pontos dados de graça pelas adversárias.

No segundo set, o Uniara se controlou e equilibrou o jogo, A parcial foi marcada pelo ponto a ponto, do início ao fim. O máximo que se abriu foram dois pontos, pelo Minas, que logo se transformaram em virada. Sem se desesperar, o time da capital mineira evitou os erros para fechar em bloqueio de Lia.

No terceiro set, mais emoção em um contexto parecido com o da etapa anterior. Ponto lá, ponto cá e nada de grande vantagem para nenhum dos lados. O Uniara lutou muito e exigiu do Minas uma atuação que merecesse o triunfo. Somente na reta final da etapa, é que as donas da casa descolaram e encaminharam a vitória.

O Minas volta a jogar na próxima terça-feira, fora de casa, contra o São Bernardo Vôlei-SP, antepenúltimo colocado na tabela.  

Leia tudo sobre: MinasJaquevitoriaUniaraSuperliga