Após vistoria, trânsito no viaduto já está liberado

Complexo Domingos Costa passou por inspeção, e trincas em nove vigotas que ajudam a sustentar a estrutura foram constatadas, mas não há risco de rompimento

iG Minas Gerais |

Complexo Domingos Costa. 
Vigotas que ajudam na sustentação do viaduto apresentaram nove trincas, mas trânsito pode ser liberado
douglas magno
Complexo Domingos Costa. Vigotas que ajudam na sustentação do viaduto apresentaram nove trincas, mas trânsito pode ser liberado

O trânsito no viaduto Domingos Costa, em Contagem, foi liberado às 5h desta quinta-feira (11), segundo informações da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem – a TransCon.

A Defesa Civil interditou a alça, no último dia 6, devido à existência de trincas em nove vigotas que fazem a sustentação da estrutura.

Na quarta-feira (10), a Prefeitura Municipal de Contagem (PMC) informou que faria a liberação do elevado após receber a nota técnica do Departamento de Obras Públicas (Deop) de Minas Gerais, garantindo que não há risco de queda de nenhuma parte das nove vigotas que estão trincadas na estrutura.

O viaduto faz a ligação entre os municípios de Contagem e Belo Horizonte.

Segundo o órgão, a pista sentido Belo Horizonte esteve preventivamente fechada desde o último sábado (6) para evitar que, com a passagem de veículos pesados, partes da estrutura se soltassem e atingissem os veículos que passam por baixo do elevado.

Após avaliação, foi constatado que não há risco de rompimento das estruturas de concreto e que o trânsito no local pode ser liberado.

Entenda o caso

Em nota, a Secretaria de Transportes e Obras Públicas (Setop) esclareceu que “durante os trabalhos, foi constatada uma trinca, seguida de rompimento em nove placas pré-lajes, mas não há nenhum outro problema no restante do viaduto ou nas outras 4.801 pré-lajes instaladas”.

De acordo com o órgão, as pré-lajes – ou vigotas – são placas pré-moldadas de concreto, que servem como forma durante a execução da laje superior (tabuleiro), que é moldada no local, e têm, também, função estética.

No comunicado, a Setop informou que está providenciando a proteção das nove pré-lajes que se romperam e que a empresa responsável pela obra será convocada para analisar as causas das trincas. Ainda de acordo com o órgão, a correção de qualquer tipo de defeito construtivo também deverá ser feita pela empresa.

Sobre a interdição do trânsito, a secretaria informou que não há qualquer tipo de risco de queda de partículas com placas, o que permite a liberação do tráfego sobre o viaduto com segurança.

A Defesa Civil de Contagem e a TransCon estão trabalhando para que a segurança seja preservada. “Após a manutenção, vamos fazer uma nova avaliação (Do viaduto). Estando seguro, a gente libera”, disse Eduardo Moreira, coordenador da Defesa Civil de Contagem, em relação ao trânsito no elevado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave