Opinião

iG Minas Gerais |

Tempo ruim para a Câmara. Denúncias de irregularidades, mensalão e do famoso “Rachid” começam a aparecer e a atormentar alguns parlamentares e assessores. Gravações prometem balançar geral. Há quem diga que um ex-vereador, a mando de outros colegas, está por traz da distribuição de “favores”.

Tempo ruim para alguns vereadores. Até a festa de confraternização está ameaçada. Há quem diga que a investigação que o MP está realizando em cima do contrato de bufê que a Casa mantém com uma empresa da cidade vai arrepiar empresários, assessores e vereadores.

Tempo ruim para o prefeito Carlaile Pedrosa. Depois de ver sua popularidade ruir, ele teve que enxergar um boneco seu ser queimado por estudantes e enfrentar as críticas sobre “forasteiros”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave