Bebê é encontrado morto dentro de banheiro de UPA no Concórdia

Suspeita é de que a mãe, uma adolescente de 16 anos, tenha induzido um aborto; local mantém atendimento ao público nesta tarde de quinta-feira

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um bebê foi encontrado morto dentro de um banheiro de uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) no bairro Concórdia, na região Nordeste de Belo Horizonte, na tarde desta quinta-feira (11). A suspeita é de que a mãe tenha induzido um aborto.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Saúde, a mãe B. K. A. C., uma adolescente de 16 anos, chegou unidade de saúde se queixado de dor abdominal e disúria (dor ao urinar) às 5h19.

Ao ser atendida, o médico solicitou exame de sangue para verificar se ela estava grávida, já que a menina negou. Enquanto esperava pelo resultado, a adolescente foi ao banheiro sozinha.

A demora dela levantou suspeita e as enfermeiras foram chamadas. Quando entraram no banheiro, encontraram o recém-nascido em uma lixeira e com cortes pelo corpo. O pediatra de plantão tentou salvar o menino, mas não teve sucesso.

A Polícia Militar (PM) foi chamada devido a suspeita de aborto induzido e a mãe foi encaminhada para o Hospital Odilon Behrens para o atendimento pós-parto. Ainda não há informações sobre o tempo de gravidez da adolescente.

A reportagem entrou em contato com a UPA e o funcionário que atendeu informou que unidade de saúde mantém o atendimento ao público nesta tarde.

Atualizada às 18h08

Leia tudo sobre: bebêbanheiroupa