Atlético aciona CAS para 'adiar' vencimento da dívida por Tardelli

Al-Gharafa, do Catar, cobra R$ 10,6 milhões relativos à segunda parcela do pagamento pela venda do atacante

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Tardelli celebra gol marcado sobre o Cruzeiro, no último domingo
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Tardelli celebra gol marcado sobre o Cruzeiro, no último domingo

O Atlético mantém duas frentes fora do campo relacionadas a Diego Tardelli. A primeira 'novela' é move o departamento de futebol, que diz ainda não ter uma proposta concreta pelo atacante, e a segunda é motivo de preocupação da área jurídica e financeira.

Esta última foi abrandada esta semana, quando o Atlético entrou com um recurso no Tribunal Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) para prorrogar o vencimento da intimação acionada pelo Al-Gharafa-CAT, que busca receber a segunda parcela da negociação do avante, feita para a temporada 2013.

A primeira parte da compra atleticana foi paga pelo banco BMG e a segunda seria feita pelo Atlético, mas isto ainda não aconteceu. Com isto, o clube do Catar entrou com uma ação na Fifa para obrigar o Galo a fazer o pagamento de R$ 10,6 milhões até esta quinta-feira.

Desde a última quarta-feira, dirigentes do Atlético e o presidente Daniel Nepomuceno estão em Brasília em busca de um novo acordo com a União para entrar no REFIS (programa de refinanciamento da dívida fiscal).

Leia tudo sobre: atleticogalocastardellibrasiliarefis