Youssef é internado pela 5ª vez e ficará ao menos 10 dias no hospital

Segundo o advogado Figueiredo Basto, doleiro apresenta um quadro de desnutrição e, além da escolta policial, terá a companhia de um parente

iG Minas Gerais | Folhapress |



Youssef já havia sido internado na véspera do segundo turno eleitoral
Reproducao / Revista Epoca
Youssef já havia sido internado na véspera do segundo turno eleitoral

O doleiro Alberto Youssef deixou a carceragem da Polícia Federal nesta quarta-feira (10) para ser internado em um hospital pela quinta vez desde que foi preso, em março. De acordo com o advogado do doleiro, Antônio Figueiredo Basto, a remoção foi pedida pela defesa e autorizada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos casos da Operação Lava Jato.

Ao contrário das outras ocasiões, o doleiro não sentiu-se mal nem precisou ser levado às pressas à unidade de saúde. Ele passará pelo menos dez dias sob cuidados médicos, fazendo exames. Segundo Figueiredo Basto, Youssef apresenta um quadro de desnutrição e, além da escolta policial, terá a companhia de um parente.

"Vamos ver se ele se recupera nesse período. Se isso não acontecer, pediremos a ampliação do tempo de permanência no hospital por mais dez dias", adiantou o advogado.

Figueiredo Basto solicitou que seu cliente fosse levado para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Sérgio Moro, no entanto, só autorizou a internação em Curitiba. Com isso, Youssef está em observação no Hospital Santa Cruz, o mesmo para onde ele foi levado nas outras quatro vezes em que precisou de atendimento médico.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave