Já classificado, Chelsea vence Sporting na Champions

O placar final foi de 3 a 1 ; Fábregas, Schürrle e Mikel marcaram os gols da equipe inglesa e Jonathan Silva fez o tento do time português

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

O time de José Mourinho terminou a fase de grupos com a quarta melhor campanha do torneio
Divulgação/ Chelsea
O time de José Mourinho terminou a fase de grupos com a quarta melhor campanha do torneio

Com a primeira colocação assegurada no Grupo G, o Chelsea recebeu o Sporting, em Stamford Bridge, pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. A equipe inglesa não teve dificuldades e venceu por 3 a 1, gols de Fábregas, Schürrle e Mikel. Jonathan Silva diminuiu para os portugueses, que deram adeus a competição.

Com 14 pontos, 17 gols marcados e apenas três sofridos, os comandados de José Mourinho seguem invictos e garantem a quarta melhor campanha da fase de grupos. Enquanto, a outra vaga ficou com o Schalke 04, que bateu o Maribor por 1 a 0, e chegou aos oito pontos. Com sete, o Sporting segue para a Liga Europa.

As equipes conhecerão os futuros adversários por meio de sorteio que será realizado nesta sexta-feira às 9h.

O JOGO - Após perder a invencibilidade de 23 partidas na temporada, o técnico José Mourinho resolveu dar um descanso para seus atletas diante do Sporting, poupando Hazard, Willian e Terry. O belga deu lugar a Salah, enquanto Schürrle entrou na vaga do brasileiro e Zouma formou a zaga ao lado de Cahill. Já do lado português, o meia Nani, com uma lesão na coxa, foi ausência sentida.

Sem grande esforço, o Chelsea chegou ao gol com apenas oito minutos. Esgaio derrubou Filipe Luís na área e o árbitro assinalou o pênalti. Fábregas bateu no meio e fez 1 x 0. Mesmo atrás no placar, o Sporting seguia bem postado defensivamente e pouco ameaçava no ataque.

Aos 16 minutos, Schürrle recebeu na entrada da área, girou para cima da defesa e bateu rasteiro, sem chances para Rui Patrício. Com a classificação ameaçada, o Sporting se lançou ao ataque, mas sentia a falta de Nani e errava muito no último passe.

Na volta do intervalo, os portugueses diminuíram a diferença aos 50 minutos. Carrillo levantou para a área, a zaga inglesa afastou mal e Jonathan Silva pegou a sobra no meio da área. Mas antes que o Sporting sonhasse com o empate, o Chelsea ampliou. Aos 56, Fábregas bateu falta para a área e Mikel, embaixo das traves, só escorou.

O cenário ficou pior quando o Schalke fez 1 a 0 no Maribor, e garantia a segunda vaga. Com o jogo controlado, Mourinho sacou Salah e Schürrle para as entradas de Remy e Ramires, respectivamente. A partida também marcou a estreia do jovem Loftus-Cheek, sensação da base de Stamford Bridge.